Queridos visitantes

sábado, 28 de agosto de 2010

"Tenho aprendido com o tempo que a felicidade vibra na frequência das coisas mais simples. Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma pra brincar, são essas imensas coisas pequeninas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano. Como o toque bom do sol quando pousa na pele. A solidão que é encontro. O café da manhã com pão quentinho e sonho compartilhado. A lua quando o olhar é grande. A doçura contente de um cafuné sem pressa. O trabalho que nos erotiza. Os instantes em que repousamos os olhos em olhos amados. O poema que parece que fomos nós que escrevemos. A força da areia molhada sob os pés descalços. O sono relaxado que põe tudo pra dormir. A presença da intimidade legítima. A música que nos faz subir de oitava. A delicadeza desenhada de improviso. O banho bom que reinventa o corpo. O cheiro de terra. O cheiro de chuva. O cheiro do tempero do feijão da infância. O cheiro de quem se gosta. O acorde daquela risada que acorda tudo na gente. Essas coisas. Outras coisas. Todas, simples assim." Ana Jácomo



Não confunda a vontade de DEUS com a permissão de DEUS, nem tudo o que acontece é de Sua vontade mais nada acontece sem a Sua permissão. Tudo tem a hora certa pra acontecer, e na maioria das vezes aquilo que você mais deseja só vai acontecer quando você menos esperar.

Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que NADA!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que NADA!
[Luís Fernando Veríssimo]

''Estatísticas''

Não dá para negar, "aquele" que antes era unanime, absoluto, imutável e inquestionável, perdeu a plenitude do seu espaço, isto não por vontade, ou por ter deixado de existir sentimentos, mas sim , pela ausencia de zelo, de interesse, mas no fundo pela fadiga, de uma espera sem recompensa. Sei o quão faço falta, por isso "aquele" sempre volta, não arrependido, mas com o mesmo sorriso que tanto me cativou. "Esquece" meus erros [os dele, ele erra?] afinal sempre sou culpada, nem e preciso que me seja atribuido o fardo, encarrego-me, isenta-lo de sua parcela de culpa. Mas assumir é o primeiro passo [assim como os alcóolatras sou viciada, e assumo], e te deixei de lado para apenas fazer parte das estatísticas. Caso não entenda, você tornou-se apenas mais um, um número qualquer.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

"Encosto o meu dedo em sua pele, mas ela não afunda. Não é possível. Desabotoo a sua camisa e deito a minha cabeça em seu peito, meu homem de lata. Diante do novo segredo, eu queria chorar, mas posso enferrujá-lo. Então, como viveria em paz sem a sua armadura? Sem nada entender, você se vira e vai embora. E só então eu percebo: a sua armadura é furada, meu amor. Nas centenas de furos sobre a lata, vai aguando todas as plantinhas ao seu redor. Você é, na verdade, um lindo homem regador." Rita Apoena.
"Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo, eu tiro um arco-íris da cartola. E refaço. Colo. Pinto e bordo. Porque a força de dentro é maior. Maior que todo mal que existe no mundo. Maior que todos os ventos contrários. É maior porque é do bem. E nisso, sim, acredito até o fim." Caio Fernando Abreu
Eu não estou interessado
Em nenhuma teoria
Nem nessas coisas do oriente
Romances astrais
A minha alucinação
É suportar o dia-a-dia
E meu delírio
É a experiência
Com coisas reais...

[Alucinação - Belchior]

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Ao invés de ser conivente com os próprios defeitos e criar a imagem perfeita, porém "irreal". Seja leal aos seus princípios e conquiste pessoas com seu retrato original. (Fernanda Gaona)
"Independente de tudo o que existe, é o amor que transforma, irrita, movimenta, embeleza, enfeia, impulsiona, destrói, liberta e prende. Em sua órbita, apenas distrações." [Martha Medeiros]
“Não copie uma pessoa ideal, copie você mesma.
É esse seu único meio de viver."
(Clarice Lispector)

"No fim destes dias encontrar você que me sorri, que me abre os braços, que me abençoa e passa a mão na minha cara marcada, na minha cabeça confusa, que me olha no olho e me permite mergulhar no fundo quente da curva do teu ombro. Mergulho no cheiro que não defino, você me embala dentro dos seus braços e você me beija e você me aperta e você me aquieta repetindo que está tudo bem, tudo, tudo bem." Caio F. Abreu

Pegue todos os “nãos” que a vida te faz engolir
E transforme em canção pra te ajudar a seguir.
A grandeza não está em tocar sempre a melhor música,
Mas em aprender a dançar corretamente todas as melodias!

[Fernanda Gaona]

“Sou o que se chama de pessoa impulsiva. Como descrever? Acho que assim: vem-me uma idéia ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, ajo quase que imediatamente. O resultado tem sido meio a meio: às vezes acontece que agi sob uma intuição dessas que não falham, às vezes erro completamente, o que prova que não se tratava de intuição, mas de simples infantilidade.Trata-se de saber se devo prosseguir nos meus impulsos. E até que ponto posso controlá-los. [...] Deverei continuar a acertar e a errar, aceitando os resultados resignadamente? Ou devo lutar e tornar-me uma pessoa mais adulta? E também tenho medo de tornar-me adulta demais: eu perderia um dos prazeres do que é um jogo infantil, do que tantas vezes é uma alegria pura. Vou pensar no assunto. E certamente o resultado ainda virá sob a forma de um impulso. Não sou madura bastante ainda. Ou nunca serei.”

Clarice Lispector

terça-feira, 24 de agosto de 2010

24/08/10

Concordo com aquela frase que diz: ''As pessoas que mais amamos são justamente as que nos magoam, pois esquecemos que elas são humanas e erram''. E concordo plenamente porque essa pessoa que eu considerava, me apunhalou pelas costas, falou mentiras ao meu respeito e o pior de tudo: não teve nem um pingo de respeito a amizade que um dia tivemos. Eu me sinto enganada, sinceramente, tenho muita mágoa, muita mesmo. Mas todos os dias essa pessoa mostra a pessoa de mal-caráter que é. Alguém que não merece confiança de ninguém, absolutamente ninguém, eu vou usar o termo 'recalcada', pois é um defeito imenso que ela mostra em cada palavra e atitude que revela. Se acha superior á tudo e á todos. Egoísta e louca no pior sentido da palavra. Eu me pergunto: por que eu não percebi que essa pessoa era assim a tempo? Porque se eu soubesse teria cortado imediatamente laços de amizade. Não suporto gente desse tipo. Mas precisei ficar sabendo da sua falsidade pela boca de outras pessoas, que eu agradeço todos os dias por as mesmas terem me dito o que ela falava e fala de mim. Mas eu queria dizer a essa pessoa que ela nunca mais vai ter uma amiga como eu, que a ajudava sempre que necessário e que não poupava elogios de coração a sua pessoa. É triste esse tipo de gente que nem se encontra, não sabe o que é e acha bonito ser tosca e prepotente, esse tipo de gente merece ser motivo de piada. Fala Sério!

Primeiras Palavras...


Sofrer é como experimentar as inadequações da vida. Elas estão por toda parte. São geradas pelas nossas escolhas, mas também pelos condicionamentos dos quais somos vítimas. Sofrimento é destino inevitável, porque é fruto do processo que nos torna humanos. O grande desafio é saber identificar o sofrimento que vale a pena ser sofrido. Perdemos boa parte da vida com sofrimentos desnecessários, resultados de nossos desajustes, precariedades e falta de sabedoria. São os sofrimentos que nascem de nossa acomodação, quando, por força do hábito, nos acostumamos com o que temos de pior em nós mesmos. Perdemos a oportunidade de saborear a vida só porque não aprendemos a ciência de administrar os problemas que nos afetam. Invertemos a ordem e a importância das coisas. Sofremos demais por aquilo que é de menos. E sofremos de menos por aquilo que seria realmente importante sofrer um pouco mais. Sofrer é o mesmo que purificar. Só conhecemos verdadeiramente a essência das coisas à medida que as purificamos. O mesmo acontece na nossa vida. Nossos valores mais essenciais só serão conhecidos por nós mesmos se os submetermos ao processo da purificação. Talvez, assim, descubramos um jeito de reconhecer as realidades que são essenciais em nossa vida. É só desvendarmos e elencarmos os maiores sofrimentos que já enfrentamos e quais foram os frutos que deles nasceram. Nossos maiores sofrimentos, os mais agudos. Por isso se transformam em valores. O sofrimento parece conferir um selo de qualidade à vida, porque tem o dom de revesti-la de sacralidade, de retirá-la do comum e elevá-la à condição de sacrifício. Sacrifício e sofrimento são faces de uma mesma realidade. O sofrimento pode ser também reconhecido como sacrifício, e sacrificar é ato de retirar do lugar comum, tornar sagrado, fazer santo. Essa é a mística cristã a respeito do sofrimento humano. Não há nada nesta vida, por mais trágico que possa nos parecer, que não esteja prenhe de motivos e ensinamentos que nos tornarão melhores. Tudo depende da lente que usamos para enxergar o que nos acontece. Tudo depende do que deixaremos demorar em nós.

Autor: Padre Fábio de Melo ( Livro ''Quando o Sofrimento Bater à Sua Porta'' )
"Eu prefiro as pessoas que conseguem ver o lado claro das coisas mesmo que todo dia anoiteça. Gente que se abala com os fatos sim, mas que não quer derrubar a estrutura do outro só pra vê-lo no mesmo nível em que estão. Com o tempo a gente aprende que todos têm o ônus e o bônus, mas poucos conseguem carregar dores e doçuras sem despejar em ninguém suas amarguras. Eu ainda acredito mais em sonhadores incuráveis do que em caçadores de mágoas." (Fernanda Gaona)

''Quando partiu, levava as mãos no bolso, a cabeça erguida. Não olhava para trás, porque olhar para trás era uma maneira de ficar num pedaço qualquer para partir incompleto, ficado em meio para trás. Não olhava, pois, e, pois não ficava. Completa, partiu.'' (Caio F.)

Ás vezes a gente precisa dar um tempo, correr pra longe de todo mundo, pra ver quem vai correr atrás da gente.


quinta-feira, 19 de agosto de 2010


Se é pra viver, vamos viver direito. Com conteúdo. Troque o verbo, mude a frase, inverta a culpa. O sujeito da oração é você.A história é sua, mãos a obra! Melhore aquele capítulo, jogue fora o que não cabe mais, embole a tristeza, o medo, aceite seus erros, reescreva-se. Republique-se. Reinvente-se. E transforme-se na melhor edição feita de você.

terça-feira, 10 de agosto de 2010




"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não merece..." (Clarice Lispector)

domingo, 8 de agosto de 2010


A DOR QUE DÓI MAIS.

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, dóem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade. Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Dóem essas saudades todas. Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter. Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando. Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

Martha Medeiros

Arquitetura da Saudade

"Os pilares devem estar dispostos de maneira a constituir uma fresta por onde a luz entre formando uma atmosfera simétrica e pertinente dentro do ambiente. As lembranças devem estar dispostas de maneira a constituir uma fresta por onde a memória entre formando uma atmosfera simétrica e pertinente dentro do ambiente."

...

Minha saudade é uma favela.


sábado, 7 de agosto de 2010


"(...) podia falar de quando te vi pela primeira vez
Sem jeito, de repente, te vi assim
Como se não fosse ver nunca mais
E seria bom que eu não tivesse visto nunca mais
Porque de repente vi outra vez e outra e outra
E enquanto eu te via
Nascia um jardim de flores nas minhas faces."

Caio Fernando Abreu

Você passa, eu acho graça (Cássia Eller).

Quis você pra meu amor e você não entendeu
Quis fazer você a flor de um jardim somente meu
Quis lhe dar toda ternura que havia dentro de mim
Você foi a criatura que me fez tão triste assim

Ah, e agora você passa, eu acho graça
Nessa vida tudo passa e você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela
Que desfolhou, perdeu a cor

Tanta volta o mundo dá
Nesse mundo eu já rodei
Voltei ao mesmo lugar
Onde um dia eu encontrei
Minha musa, minha lira, minha doce inspiração
Seu amor foi a mentira
Que quebrou meu violão

E agora você passa, eu acho graça
Nessa vida tudo passa e você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela que desfolhou, perdeu a cor

Seu jogo é carta marcada
Me enganei, não sei porquê
Sem saber que eu era nada fiz meu tudo de você
Pra você fui aventura, você foi minha ilusão
Nosso amor foi uma jura que morreu sem oração

E agora você passa, eu acho graça
Nessa vida tudo passa e você também passou
Entre as flores, você era a mais bela
Minha rosa amarela que desfolhou, perdeu a cor.

''Jamais vos faltarão cruzes, e quanto mais se progride no serviço de Deus, mais aumenta o sofrimento. Assim foi a vida de Cristo e será a dos seus servos.''

(São Paulo da Cruz)

sexta-feira, 6 de agosto de 2010


Ás vezes me lembro dele, sem rancor, sem saudade, sem tristeza, sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer, ou havia? ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas, é possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar - e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo. (Caio Fernando Abreu)

De Coração Pra Coração - Roberto Carlos.

Vem mais pra cá, chega pra mim
Quero sentir esse som de amor e ficar assim
Na sintonia da emoção
De coração pra coração

Eu sou assim, um sonhador
Que encontrou nessa vida o caminho do seu amor
Deixa o seu beijo me mostrar
O que você não diz, vem cá

Por essa madrugada afora
Seu beijo no amanhecer
Nós somos só nós dois agora e tanta coisa pra dizer.
E tudo isso faz sentido
Você me faz compreender que tudo é muito mais bonito
O tempo todo com você

Você e eu e nada mais
E os nossos beijos tem sempre o sabor de te quero mais
Então não deixe pra depois
Tudo é bonito entre nós dois

Somos assim, sonhos iguais
A vida cheia de coisas tão lindas que a gente faz
Na sintonia da emoção
De coração pra coração.


quinta-feira, 5 de agosto de 2010

I Live My Life For You (Eu Vivo Minha Vida Por Você) - Firehouse.

Você sabe que você é tudo para mim
E eu não poderia nunca ver nós dois separados
Você sabe que eu me dou para você
E não importa o que você faça, eu te prometo meu coração.
Eu construí meu mundo em volta de você e eu quero que você saiba
Eu preciso de você como eu nunca precisei de ninguém antes

Eu vivo minha vida por você
Eu quero estar ao seu lado
Em tudo o que você fizer
E se há algo em que você pode acreditar
É verdade, eu vivo minha vida por você

Eu dediquei minha vida a você
Você sabe, eu morreria por você
Mas nosso amor pode durar para sempre
E eu sempre estarei com você
E não a nada que nós não possamos fazer
Enquanto nós estivermos juntos
Eu apenas não posso viver sem você e eu quero que você saiba,
Eu preciso de você como eu nunca precisei de alguém antes

Eu vivo minha vida por você
Eu quero estar ao seu lado em tudo o que você fizer
E se há algo em que você pode acreditar
É verdade, eu vivo minha vida por você

Eu construí meu mundo em sua volta e eu quero que você saiba,
Que eu preciso de você como eu nunca precisei de ninguém antes
Eu vivo minha vida por você
Eu quero estar ao seu lado em tudo o que você fizer
E se há algo em que você pode acreditar
É verdade, eu vivo minha vida por você.

Eu vivo minha vida por você.

Música de 1995, do cd ''Firehouse 3''.