Queridos visitantes

domingo, 30 de janeiro de 2011

"...Todas as criaturas irradiam o que pensam e o que trazem no coração (...) Quem procura o mal, certamente o encontrará. Mas quando se procura o bem na esperança de encontrá-lo, logo o bem aparecerá..."
Eu gosto do estranho, do incomum. Gosto daquilo que confunde, que permite diferentes interpretações, que fica nas entrelinhas. (...)

Martha Medeiros
"(...) abriu todas as janelas para o dia azul brilhante. Respirou fundo, sorriu. (...) Sorriu ainda mais quando, sem esforço, lembrou de uma porção de gente. (...) quem acredita sabe encontrar. Não garanto que foi feliz para sempre, mas o sorriso (...) era lindo quando pensou todas essas coisas..."


(Caio Fernando Abreu)
As pessoas têm o direito de não gostar do meu jeito, mas às vezes gostam tanto que levam um pouco dele com elas. O meu amor eu guardo para os mais especiais. Não sigo todas as regras da sociedade e às vezes ajo por impulso.. Erro; admito. Aprendo; ensino.. Todos erram um dia: por descuido, inocência ou maldade. As pessoas julgam, eu julgo. Não conheço ninguém tão bem a ponto de saber o que se passa em sua cabeça. Não sou qualquer uma, tenho meus limites e respeito meus sentimentos. Não preciso de pessoas insignificantes para preencher um suposto espaço vazio. Não sou qualquer ditadora, abro exceções, perdôo aos outros e a mim. Todos merecem uma segunda chance, mas nunca uma terceira. Mudo de opinião, mas não de princípios. Não sou qualquer imbecil, sei distinguir o certo do errado.Embora às vezes a tentação fale mais alto.

sábado, 29 de janeiro de 2011


Eu não escolho meus amigos pela beleza que eles possuem. Nem pelo saldo no banco. Nem mesmo pelo carro ou pelos pais que eles têm. Eu não escolho meus amigos pelo que eles vestem. Não, não. A sua roupa não é igual ao seu caráter. Meus amigos não precisam estudar num colégio popular, não precisam frequentar lugares requintados, e eu não os julgo por usar brinco ou se tiverem tatuagem. Os meus amigos, não precisam ter uma fala bonita. Contanto que ela seja verdadeira, tudo bem. Escolho meus amigos pelo que eles me proporcionam, e não falo de presentes caros e tampouco se me levam pra sair. Os escolho pela sinceridade que transmitem num olhar, e fico com eles porque me fazem louco e santo. Não precisa ser rico, basta ter sentimentos, basta ter coração. Não precisa ser bom de papo. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Amigo pra mim, tem que ser verdadeiro. Tem que ser metade loucura e metade santidade. Eu escolho meus amigos pelo coração. Não importa a distancia, o coração vai fazer a gente ficar perto. Não importa as diferenças, o coração achará um ponto de acordo. Não importa as discursões, o coração sempre terá espaço pro perdão [...] Alguma vez aprendi, que, as pessoas entram na nossa vida de três maneiras: Por uma 'razão', uma 'estação' ou uma 'vida inteira'. Quando alguém entra na nossa vida por alguma razão, é geralmente pra suprir uma necessidade, pra auxiliar numa dificuldade, te dar orientação e apoio, te ajudar física, emocional ou espiritualmente. Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá. Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim. Ás vezes te decepcionam. Ás vezes, elas te forçam a tomar uma decisão. Ou ainda, às vezes, eles simplesmente se vão. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir. Quando alguém entra na nossa vida por uma estação, é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem pra você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas puderam te ensinar alguma coisa que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer.. É real sim. Mas somente por uma estação. Relacionamentos de uma vida inteira te ensinam lições para a vida inteira. É quando nasce de dentro do peito, é quando não é cobrança, é quando é confiança! É quando não te levam a sofrer, não decepcionam... É quando trás carinho, afeto, amor. É quando não se mostra só em um sorriso, mas principalmente nas lágrimas. É quando não começa por acaso, é destino. É quando não engana, não finge, não desaparece, não deixa de existir. Sempre cresce, vira parte de nossas vidas, é o que nos completa no caminho. E foi você quem me ensinou tais lições. Você é o meu escolhido de hoje, e de sempre. Em toda a minha vida já encontrei todos os tipos de pessoas, todas diferentes entre si, mas de todas, poucas foram as que eu encontrei que realmente me marcaram, e uma delas foi você. Sei que não posso acabar com seus problemas, dúvidas, ou medos, mas eu posso te ouvir para juntos encontrarmos soluções. Não posso impedir que você leve tombos, mas posso oferecer minha mão para você agarrar e se levantar. Não é da minha alçada as decisões que você toma, mas eu posso apoiar, encorajar e ajudar se me pedir. Não posso salvar seu coração de ser partido pela dor, pela mágoa, perda ou tristeza, mas posso chorar com você e te ajudar a juntar os pedaços. E tudo isso é apenas pra tentar amenizar a dívida sem fim que tenho com você. É quando todos os dias me lembro que você fez muito mais que tudo isso por mim um dia. Só tenho a agradecer, a você por ser meu amigo, e a Deus, por ter me permitido fazer a escolha certa.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Nada que Deus tem como propósito em nossas vidas vem tarde e nem vem adiantado, tudo que Deus tem preparado para nós vem no tempo certo!

Se um ao dia acordar, você encontrasse ao lado da sua cama um lindo pacote embrulhado com fitas coloridas, você abriria antes mesmo de lavar o rosto, rasgando o papel, curioso para ver o que havia dentro, talvez houvesse ali algo de que você nem gostasse muito, então você guardaria a caixa pensando no que fazer com aquele presente aparentemente 'inútil', mas no dia seguinte lá está outra caixa... Mais uma vez você abre correndo e dessa vez há alguma coisa da qual você gosta muito, uma lembrança de alguém distante, uma roupa que você viu na vitrine, a chave de um carro novo, um casaco para os dias de frio ou simplesmente um ramo de flores de alguém que se lembrou de você... E isso acontece todos os dias, mas nós nem percebemos... Todos os dias quando acordamos lá esta a nossa frente uma caixa de presente enviada por DEUS, especialmente para nós, um dia inteirinho para usarmos da melhor forma possível! Às vezes ele vem cheio de problemas, coisas que não conseguimos resolver, tristezas, decepções, lágrimas... Mas outras vezes ele vem cheio de surpresas boas, alegrias, vitorias e conquistas... O mais importante é que todos os dias, DEUS embrulha para nós, enquanto dormimos, com todo o carinho, nosso presente: O DIA SEGUINTE! Ele cerca nosso dia com fitas coloridas, não importa o que esteja por vir, a esse dia quando acordamos, chamamos PRESENTE... O PRESENTE DE DEUS para nós. Nem sempre Ele nos manda o que esperamos o melhor que queremos, mas Ele sempre, sempre e sempre nos manda o melhor de que precisamos, e que é sempre muito mais do que merecemos... Abra seu presente todos os dias, primeiro agradecendo a quem o mandou, sem se importar com o que vem dentre do 'Pacote'. Sem dúvida ele não se engana na remessa dos pacotes, se não veio hoje o PRESENTE que você esperava, espere... Abra o de amanhã com mais carinho, pois a qualquer momento, os sonhos e planos de DEUS para nós chegarão. DEUS NÃO ATENDE AS NOSSAS VONTADES E SIM AS NOSSAS NECESSIDADES.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


Chico Xavier costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: Isso também passa. Sendo assim perguntaram para ele o porquê disso. E ele disse que era para se lembrar que quando estivesse passando por momentos ruins, mais cedo ou mais tarde eles iriam embora. Que iriam passar e que ele teria que passar por aquilo por algum motivo. Mas essa placa também era para lembrá-lo que quando estivesse muito feliz, não deixasse tudo para trás e não se deixasse levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis também viriam de novo. E é exatamente disso que a vida é feita: Momentos. Momentos os quais temos que passar, sendo bons ou não para o nosso próprio aprendizado, por algum motivo, nunca esquecendo do mais importante: Nada é por acaso. Absolutamente nada.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

À propósito, te agradeço. Não por ter me magoado e ido embora como se nada tivesse acontecido, mas por ter me ensinado a ser mais forte. E menos tola. (Tati B.)

Um dia a gente aprende a conviver com uns… E a sobreviver sem outros.
Acontece, às vezes você tem que fazer a coisa errada. Às vezes você tem que fazer um grande erro para descobrir como fazer as coisas direito. Os erros são dolorosos, mas eles são a única maneira de descobrir quem você realmente é.

"Apaguei tudo que não gostava em mim. Nada pode me ferir. Eu me sinto como se fosse capaz de fazer qualquer coisa. Não há nenhuma parada que não posso encarar."
Eu não consigo amar à tudo e a todos, é, me desculpem, não consigo demonstrar meus sentimentos à todos, isso acontece quando realmente tem que acontecer, acontece quando a pessoa me faz sentir aquilo, hoje em dia falar eu te amo ficou muito normal, e eu não sou assim, falo quando realmente amo, algumas pessoas precisam de muitas pessoas ao seu redor pra satisfazer seu ego, eu não, eu só preciso de algumas e verdadeiros ao meu lado, isso basta.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011


“Talvez bastasse qualquer coisa como chegar muito perto de você, passar a mão no teu cabelo e te chamar de amigo. Ou sorrir, só sorrir. Qualquer coisa assim. Seria simples, eu sei. Seria fácil, mas eu tenho medo. Se eu pudesse cantar junto com você… Se eu pudesse sentir bonito… Quando você canta, fica tudo lindo e eu não tenho medo… Canta, canta mais. Não pare de cantar, baby. Quem sabe daqui a pouco eu consigo cantar junto também.” Caio F. Abreu

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011


Sou feita de sorrisos, dúvidas, amores, lágrimas, sou de carne, osso, pele e coração. Confusa demais, menina, mulher, brincalhona, idiota também. Esperançosa e um tanto sem paciência, doida, completamente, um mundo diferente, uma visão errada, a minha visão certa. Um amor de longe que bate dentro de mim, uma fantasia, sonhos e realidade, nada e tudo. Sentimentos, entranhas… apenas humana, com erros e acertos. Defeitos, mas qualidades pra quem as merece.
Sempre vai existir alguém que fica te observando quando você não está olhando, alguém que imagina como seria estar ao seu lado e pensando em quem seria idiota o suficiente pra te deixar ir embora, sempre vai ter alguém te admirando, até quando você errar e na maioria das vezes você simplesmente vai ignorar, porque estará fazendo a mesma coisa com um outro alguém, isso é um ciclo estúpido e sem fim.

Eu nunca deito e durmo. Sempre fico pensando na vida antes de dormir.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

"...Me traz você, por favor. Me traz e leva embora todas essas coisas chatas que só servem para ocupar minhas horas enquanto você não chega...." Tati Bernardi
" (...)Queria saber onde estão aquelas pessoas de verdade, que a gente não compra mas também não vive sem. Aquele amigo que mudou para o outro lado do mundo mas você não pensa duas vezes antes de pegar o carro, o ônibus ou o avião e fazer uma visita. Só olhar para ele, sentar ao lado, ouvir a voz, faz tudo ficar mais feliz. Algumas pessoas simplesmente valem a pena. Queria saber onde é que está aquele tipo de namorado que você não veste para se exibir mas despe para provar só pra si mesmo o quanto é feliz. Que você não desfila ao lado, mas leva dentro do peito. Que você não compra, consome, negocia ou contrabandeia. Mas se surpreende quando ganha de presente da vida. Aquele tipo que você não usa para ser alguém e justamente por isso acaba sendo uma pessoa muito melhor. Não culpo pessoas, lugares e sentimentos que se vendem e muito menos me culpo por viver pra cima e pra baixo com minha sacolinha de degustações frugais. É o nosso mundo moderno cheio de tecnologias e vazio de profundidades. Mas hoje, só por hoje, vou sair de casa sem minha bolsa. Vamos ver se acabo conhecendo alguém impagável. [Tati Bernardi]
“Que você acredite que não me deve nada simplesmente porque os amores mais puros não entendem dívida, nem mágoa, nem arrependimento. Então, que não se arrependa. Da gente. Do que fomos. De tudo o que vivemos. Que você me guarde na memória, mais do que nas fotos. Que termine com a sensação de ter me degustado por completo, mas como quem sai da mesa antes da sobremesa: com a impressão que poderia ter se fartado um pouco mais. E que, até o último dia da sua vida, você espalhe delicadamente a nossa história, para poucos ouvintes, como se ela tivesse sido a mais bela história de amor da sua vida. E que uma parte de você acredite que ela foi, de fato, a mais bela história de amor da sua vida.

Tati Bernardi.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011


Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. Sabe, eu acho que não sei fechar ciclos, colocar pontos finais. Comigo são sempre vírgulas, aspas, reticências. Eu vou gostando, eu vou cuidando, eu vou desculpando, eu vou superando, eu vou compreendendo, eu vou relevando, eu vou, e continuo indo, assim, desse jeito, sem virar páginas, sem colocar pontos. E vou dando muito de mim, e aceitando o pouquinho que os outros tem para me dar.

Caio Fernando Abreu.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Poucas pessoas sabem, mas a palavra “amor” é derivada da palavra “morte”. Quando você diz a uma pessoa “eu te amo”, é como se estivesse dizendo “eu morreria por você”

Amanhã é outro dia, aprendi isso ontem. - Caio Fernando Abreu
A verdade é que, enquanto você estiver assim, nessa interminável agonia, esperando notícias que nunca chegam, vai deixar passar várias interessantes ao seu redor. Claro, ninguém se compara a quem você aguarda, mas quem você aguarda não está disponível no momento. Poderá, inclusive, nunca estar. - Fernanda Young.
"Com tanto potencial pra acabar com a minha vida, sabe o que ele quer? Me fazer feliz. Olha que desgraça. O moço quer me fazer feliz. E acabar com a maravilhosa sensação de ser miserável. E tirar de mim a única coisa que sei fazer direito nessa vida que é sofrer. Anos de aprimoramento e ele quer mudar todo o esquema. O moço quer me fazer feliz. Veja se pode."

{ Tati Bernardi }
Eu não espero que você seja o-grande-amor-da-minha-vida, parei de acreditar nisso na quinta série. Não quero que você me faça chorar. Não quero que você seja um motivo ruim na minha vida.(...).Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara. E eu não tenho medo que isso aconteça (eu nunca tenho), eu fiz isso com todos os outros. É só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. dessa vez, com você, eu queria que desse certo. (...) Eu quero que dê certo, não estraga, por favor. Não estraga, não estraga, não estraga.

Tati Bernardi
Não consigo imaginar nada mais satisfatório do que amar, e mesmo não sabendo o que o amor significa, sei o que representa. É o que nos faz, no meio de uma multidão, destacar alguém que se torna essencial para nosso bem-estar, e o nosso para o dele. É receber uma atenção exclusiva e oferta-la na mesma medida. Ter uma intimidade milagrosa com a alma de alguém, com o corpo de alguém, e abrir-se para essa mesma pessoa de um jeito que não se conseguiria jamais abrir para si mesmo, porque só o outro é que tem a chave desse cofre. O amor é uma subversão, e seu vigor nunca será encontrado em amizades ou parentescos. Todas as palavras já foram usadas para defini-lo: magia, surpresa, visceralidade, entrega, completude, requinte, deslumbre, sorte, conforto, poesia, aposta, amasso, gozo. Amar prescinde de entendimento. Por isso não sei amar, porque sou viciada em entender.

Martha Medeiros

“Hoje pensei sério: se me perguntassem o que mais desejo na vida, não saberia responder. Quero tudo. Mas esse “tudo” é tão grande, tão vago, que me sinto estonteado. É preciso ir limitando meu sonho, apagando as linhas supérfluas, corrigindo as arestas, até restar somente o centro, o âmago, a essência…”

[Caio Fernando Abreu]

sábado, 8 de janeiro de 2011


Tua Menina! Eu sei que você pensa coisas do tipo: como ela me sufoca, como ela me prende, como ela é ciumenta, como ela é chata, como ela consegue brigar tanto... Eu quero sair hoje, eu não quero ir lá, eu não quero fazer isso que ela quer. Eu sei que você pensa muita coisa sobre ela, das melhores até as piores. Eu também sei que você pensa coisas assim: que linda que ela está... Que cheirinho bom, que carinho gostoso... Que saudade ruim! Que bom estar com ela, que abraço bom, eu amo ela. Eu sei que apesar dela não te impedir de sair ou você não deixar que ela te impeça, você sente falta de sair, curtir sem dar satisfação, sente falta de ir pra night e poder ficar com várias. Sente falta de dar uma pegada diferente, de sair por aí, de curtir com teus amigos, sem preocupação. Sente falta de bocas, gostos, sabores, corpos e assuntos diferentes. Eu sei de tudo isso, mas ELA sabe? Provavelmente a sua menina deve pensar coisas desse tipo pelo fato de toda menina pensar assim, mas com certeza ela deve imaginar que você a ama sem limites e que vocês realmente são eternos. Mas eu sei que apesar das coisas que você deseja na ausência dela, você também pensa em estar com ela toda hora, sente uma falta doida dela, gosta dos abraços, beijos, carinhos, do jeitinho de rir, de falar besteira, o jeito de pedir desculpa, das brincadeirinhas de vocês, de conversar e poder saber que você pode contar com ela. Sim, você realmente a ama do fundo do coração e ela é a menina mais linda do mundo. Como você pode pensar tanta coisa assim de uma só menina? Da SUA menina. Eu sei o que você pensa e sei também o que ela pensa, para não fazer você perder teu tempo com palavras românticas e cansativas que ela deve lhe falar normalmente e escrever também, e você já não presta mais tanta atenção. Ela te ama muito, com uma intensidade sem limites, quer o teu melhor, quer o teu bem. Ela também pensa algumas coisas ruins sobre você e tu também a irrita, mas isso passa em segundos esses pensamentos saem da mente. Com o tempo que vocês estão ela aprendeu a lidar contigo e vice e versa. Com o tempo ela sabe o que te irrita, o que te faz bem e tu também sabe tudo sobre ela. Mas e esses seus pensamentos não saem da tua cabeça tão facilmente, e a tua menina te irrita muitas vezes sem nem ao menos ter a intenção. Você sai com frequência, às vezes se esquece dela, às vezes não lembra de alguma coisa que ela pediu, às vezes você vai esquecendo, simplesmente esquecendo. E a tal menina? Ela chora, ela fica triste, ela acha que você simplesmente não a ama... Mesmo que não seja isso que esteja acontecendo, você 'apenas' esqueceu. Será que você realmente está esquecendo? Apenas esquecendo? Você já parou pra pensar nela como antes você pensava? Você já olhou bem pra ela e viu o brilho nos seus olhos? e como ela se esforça pra te deixar feliz? Deveria, REALMENTE DEVERIA. Depois de tudo o que vocês viveram, você deveria. E a sua menina? Continua com os mesmos pensamentos tristes, e sem razão se sente lesada e deixada de lado, e com o medo constante de te perder. Você realmente acha que essa menina, a sua menina insisto em dizer, não é mais importante que uma curtição, que momentos com os amigos, melhor que qualquer night? Se acha ou não, a menina já tirou suas próprias conclusões e já se feriu o bastante. Você está preparado para perdê-la? Se estiver... BUM! Perdeu, e agora? e agora se prepara pra night, pra curtir outros corpos e outros gostos, e voltar pra casa e se deparar sozinho sem ter alguém pra abraçar, sem ninguém pra ligar e contar seu dia, seus problemas, sem poder dizer TE AMO. E a menina? Ela cresceu, não é mais a sua menina, ela não te entendeu. Até que um dia você encontra a mulher que um dia foi a sua menina e ela está mais linda do que nunca, e em sua cabeça os pensamentos que a tanto tempo quando estava com ela não existiam mais... Esses pensamentos voltam e as palavras EU TE AMO, VOLTA PRA MIM, passam subitamente em sua cabeça. E a mulher? Bom, ela te dá um beijo no rosto e vai embora... E agora eu ainda sei o que você pensa. E ela, sabe? Preste atenção em quem você ama! E cuide da SUA MENINA!
“Talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor. Porque no fundo eu sei que a realidade que eu sonhava afundou num copo de cachaça e virou utopia.” Caio Fernando Abreu

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

''Eu não sei o que vem acontecendo comigo. Mesmo quando as coisas estão dando certo não fico satisfeita. Me sinto vazia, e afasto as pessoas para não machuca-las; e finjo estar bem para não preocupa-las.''

“Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas - se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso.”

Caio F. Abreu
Aceite! Não questione. Não abandone. Não permita que a oportunidade de amar passe por você sem alguma ação. Ame! Goste! Adore! Preze! Não importe a ordem dos sentimentos, apenas valorize a quem se pode amar, a quem tem o poder de amar. Admire aos que tenham amor pra conceder. Ensine a quem que, com o amor tudo pode ser conquistado em quaisquer situações, quando feito com amor nada está perdido, quando com amor tudo dá certo. Nada mais a dizer, apenas AME sem medo, arrisque. [Raquel M. Bataielo]
Depois de tantos amores estranhos, pequenos, errados e tortos, finalmente eu tinha reconhecido no seu olhar centralizado e no seu sorriso espalhado, a minha princesa! E só olhar pra você, ouvir sua voz, faz tudo ficar mais feliz. Algumas pessoas simplesmente valem à pena...

Tati Bernardi
“Para odiar alguém, precisamos reconhecer que esse alguém existe e que nos provoca sensações, por piores que sejam. Para odiar alguém, precisamos de um coração, ainda que frio, e raciocínio, ainda que doente. Para odiar alguém gastamos energia, neurônios e tempo. Odiar nos dá fios brancos no cabelo, rugas pela face e angústia no peito. Para odiar, necessitamos do objeto do ódio, necessitamos dele nem que seja para dedicar-lhe nosso rancor, nossa ira, nossa pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo. O ódio, se tivesse uma cor, seria vermelho, tal qual a cor do amor.”

Martha Medeiros.

“E no meio de tanta gente eu encontrei você
Entre tanta gente chata
Sem nenhuma graça,
Você veio
E eu que pensava que não ia me apaixonar
Nunca mais na vida…”

Marisa Monte - Não Vá Embora

"(...) claro que você não tem culpa, coração, caímos exatamente na mesa ratoeira, e a única diferença é que você pensa que pode escapar, e eu quero chafurdar na dor deste ferro enfiado fundo na minha garganta seca que só umedece com vodca, me passa o cigarro, não, não estou desesperada, não mais do que sempre estive, nothing special, baby, não estou louca nem bêbada, estou é lúcida pra caralho e sei claramente que não tenho nenhuma saída (...) mas não se preocupe, não vou tomar nenhuma medida drástica, a não ser continuar, tem coisa mais autodestrutiva do que insistir sem fé nenhuma? (...) me deseja também uma coisa bem bonita, uma coisa qualquer maravilhosa, que me faça acreditar em tudo outra vez, que leve para longe da minha boca esse gosto podre de fracasso, esse travo de derrota sem nobreza, não tem jeito, companheiro, nos perdemos no meio da estrada e nunca tivemos mapa algum, ninguém dá mais carona e a noite já vem chegando.”

Caio Fernando Abreu
“Para que não me firam, minto. E tomo a providência cuidadosa de eu mesmo me ferir, sem prestar atenção se estou ferindo o outro também.” Caio Fernando Abreu.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Recomeçar por completo, deixando todas suas lembranças para trás, seus antigos ideais, e até mesmo - pessoas. Aquelas que você jurou nunca desamparar. E ali está você caro amigo, está vendo? Sozinho, com algumas fotos na mão, e um pequeno caderno de couro debaixo do braço. Mas espere, ali na próxima esquina sua vida vai recomeçar. Todo aquele seu brilho costumeiro, vai voltar. Olha só, acima do céu, existe alguém que você desconhece. E aqui do seu lado, existe a sua costumeira timidez. Porém ela, te garanto, é legal. A verdade é que eu não acordei triste hoje, nem mesmo com uma suave melancolia, está tudo normal. Mas quando fico triste, também está tudo normal. Porque ficar triste é comum, é um sentimento tão legítimo quanto a alegria, é um registro de nossa sensibilidade, que ora gargalha em grupo, ora busca o silêncio e a solidão. Estar triste não é estar deprimido. Depressão é coisa muito séria, contínua e complexa. Estar triste é estar atento a si próprio, é estar desapontado com alguém, com vários ou consigo mesmo, é estar um pouco cansado de certas repetições, é descobrir-se frágil num dia qualquer, sem uma razão aparente – as razões têm essa mania de serem discretas.

Martha Medeiros

domingo, 2 de janeiro de 2011

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Martha Medeiros

sábado, 1 de janeiro de 2011

Às vezes, a gente constata que só há vazio dentro de nós, que não temos nada a partilhar com o outro, que só há gelo no estômago. Então, alguém se aproxima e suplica por uma meia-palavra, um sinal de amor, uma ajuda vital num instante qualquer. E você ouve a própria voz a proclamar conselhos, se assusta ao ver sua mão estendida e percebe, pasmo, seus gestos de amor entregues ao outro. E, assim, descobre que em meio ao vazio ainda há esconderijos de luz dentro do seu corpo. Tem pessoas que são assim, chegam perto e trazem à tona o sol que há em você. - Maíra Viana
“Tenho medo de não conseguir manter minhas idéias, meus pontos de vista, minhas escolhas. A minha cabeça é como um guarda que não permite que eu estacione em local algum. Eu fico dando voltas e voltas no meu cérebro e quando encontro uma vaga para ocupar, o guarda diz: circulando, circulando. Você está me entendendo? Eu não tenho área de repouso. Raramente desligo, e quando isso acontece, não dá nem tempo para o motor esfriar.” - Martha Medeiros.

"Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia."

Caio F. Abreu.

“Não é que pensei outra coisa de gente grande? Esta é assim: tudo que parece meio bobo é sempre muito bonito, porque não tem complicação. Coisa simples é lindo. E existe muito pouco (…) É que vezenquando dá uma saudade na gente dessas coisas. São todas coisas simples. Meio bobas, muito bonitas (...) E acho que escrever uma história é uma coisa muito boa. O coração da gente fica mais quentinho e a gente gosta mais das pessoas (...) A coisa que uma pessoa mais precisa na vida é gostar das outras pessoas e ser gostada, também. Aí, pra ser gostado, a gente escreve histórias.'' Caio F.Abreu.