Queridos visitantes

domingo, 27 de fevereiro de 2011

‘’Que coisas são essas que me dizes sem dizer, escondidas atrás do que realmente quer dizer? Tenho me confundido na tentativa de te decifrar, todos os dias. Mas confuso, perdido, sozinho, minha única certeza é que de cada vez aumenta ainda mais minha necessidade de ti. Torna-se desesperada, urgente. Eu já não sei o que faço. Não sinto nenhuma alegria além de ti. Como pude cair assim nesse fundo poço? Quando foi que me desequilibrei? Não quero me afogar: Quero beber tua água. Não te negues, minha sede é clara.‘’

Caio Fernando Abreu

sábado, 26 de fevereiro de 2011

"Sinto uma falta absurda de você. Ficou um vazio que ninguém (pre) enche. E penso e repenso e trepenso em você."

(Caio Fernando Abreu)
“E de repente, sem ao menos alcançar, seu amor tomou conta de mim, e reconstruiu um horizonte sem fim…” - Caio Fernando Abreu.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Eu não vou deixar de sorrir por mais que machuque, ignorar sempre foi o melhor remédio e o sorriso a melhor cura.
----
 

Jesus se sentiu só, chorou, ficou triste, foi perseguido,difamado e etc. Quando acontecer isso com você, não pare. Levanta a cabeça, Ele te entende.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


''Eu sei que todos os dias quando eu acordo Deus dá um sorriso e me diz: Estou te dando a chance de tentar de novo.''


Caio Fernando Abreu.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

''Apesar de todos os medos, escolho a ousadia. Apesar dos ferros, construo a dura liberdade. Prefiro a loucura à realidade, e um par de asas tortas aos limites da comprovação e da segurança. Eu sou assim. Pelo menos assim quero fazer: a que explode o ponto e arqueia a linha, e traça o contorno que ela mesma há de romper. A máscara do Arlequim não serve apenas para o proteger quando espreita a vida, mas concede-lhe o espaço de a reinventar. Desculpem, mas preciso lhes dizer: EU quero o delírio!''

"- Uns têm uma loucura visível e outros, oculta. Que tipo de loucura você tem?

- Eu não. Eu sou normal! - reagiu impulsivamente o profissional de saúde mental. Enquanto isso, o vendedor de sonhos admitiu:
- Pois a minha é visível.
Em seguida, deu as costas e começou a caminhar com as mãos nos meus ombros. Três passos adiante, olhou para o alto e expressou:
- Deus, livra-me dos 'normais'!"

O Vendedor de Sonhos - O Chamado [Augusto Cury]
"A vida, a noite, as festas, tudo continua igual. O mesmo fedor de cigarro no cabelo, o mesmo homem bonito me olhando de longe, o mesmo homem bonito que, quando chega perto e abre a boca, eu gostaria que tivesse permanecido longe. O mesmo ânimo em pertencer, a mesma alegria em comemorar, a mesma festa em se encontrar. Mas ninguém sabe exatamente ao que pertence, o que comemora e muito menos o que encontra."

domingo, 20 de fevereiro de 2011

"Homem é igual a biscoito: Vem um, vêm 18. Depois eu compreendi tudo sobre essa teoria. Funciona assim: quando a gente tá carente, sozinha, solteira, e sai ligando pra todos os paqueras, ex-namorados, rolos e afins, ninguém te quer, não é? Pois é. Essa é a primeira fase: tocos em profusão. Na segunda fase, a gente resolve que não precisa de homem nenhum para ficar bem, e aí aparece um só para contradizer nossa certeza de auto-suficiência. Vem todo carinhoso, romântico, paparicante. A gente baixa a guarda, começa a sair com o cara, percebe que ele é interessante, resolve ver no que dá. E aí o que acontece? Entra na fase 3: a Teoria do Biscoito. Chega um momento em que tu sente que a historinha tá evoluindo pra um possível compromisso. Só que aí, neste exato momento, TODOS os outros que te dispensaram antes começam a te ligar. Parece que eles farejam no ar, que combinam entre si."

(Martha Medeiros)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Porque no final do dia, todos nós nos preocupamos com a aparência. Ninguém se apaixona pela sua personalidade à primeira vista. — A Verdade Nua e Crua.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

"O Dia que você quiser que o outro seja perfeito você ja esqueceu todas as regras do amor, porque o amor nasce das imperfeições.'' (Pe.Fábio de Melo)
"Mas a lição que eu aprendi no sábado é que não vale a pena consertar um carro pela décima vez. É mais fácil comprar um novo e fim de papo. Afinal, eu bem que tentei consertar meu relacionamento com todas essas pessoas e só ganhei mais e mais poses e menos e menos verdades. Ainda que doa deixar pessoas morrerem, se agarrar a elas é viver mal assombrado." Tati Bernardi

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011


Minha lâmpada de cabeceira está estragada. Não sei o que é, não entendo dessas coisas. Ela acende e, sem a gente esperar, apaga. Depois acende de novo, para em seguida tornar a apagar. Me sinto igual a ela: também só acendo de vez em quando, sem ninguém esperar, sem motivo aparente. Para a lâmpada pode-se chamar um eletricista. Ele dará um jeito, mexerá nos fios e em breve ela voltará a ser normal, previsível. Mas e eu? Quem desvendará meu interior para consertar meus defeitos?


[Caio Fernando Abreu]

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Devemos desejar felicidade em dobro para as pessoas que querem o nosso mal! Afinal, não se iguale a quem não tem escrúpulos!