Queridos visitantes

terça-feira, 31 de maio de 2011


“Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.”

"O ser humano só valoriza o amor quando há perda ou risco de perda... Quase nunca durante sua encantatória vigência. Descobrir que amar é também saber amar e transformar a vigência do amor em vivência de amor, em algo bom, pelo gosto de viver e não pelo medo de perder, é sabedoria para poucos [...]. Amar é fazer um pacto de felicidade e não de dor. Quem porém sabe disso?"

(Artur da Távola)

Adeus:
É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica.
Amigo:
É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta.
Amor ao próximo:
É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos.
Caridade:
É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte.
Ciúme:
É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo.
Lágrima:
É quando o coração pede aos olhos que falem por ele.
Mágoa:
É um espinho que a gente coloca no coração e se esquece de retirar
Netos:
É quando deus tem pena dos avós e manda anjos para alegrá-los.
Orgulho:
É quando a gente é uma formiga e quer convencer os outros de que é um elefante.
Perdão:
É uma alegria que a gente dá e que pensava que jamais a teria.
Pessimismo:
É quando a gente perde a capacidade de ver em cores.
Paz:
É o prêmio de quem cumpre honestamente o dever.
Raiva:
É quando colocamos uma muralha no caminho da paz.
Simplicidade:
É o comportamento de quem começa a ser sábio.
Saudade:
É estando longe, sentir vontade de voar; e estando perto, querer parar o tempo.
Sexo:
É quando a gente ama tanto que tem vontade de morar dentro do outro.
Solidão:
É quando estamos cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto.
Ternura:
É quando alguém nos olha e os olhos brilham como duas estrelas.
Sinceridade:
É quando nos expressamos como se o outro estivesse do outro lado do espelho.

Trecho do livro "O Homem que Veio da Sombra" (Luiz Gonzaga Pinheiro)

"Você vai me abandonar e eu nada posso fazer para impedir. Você é meu único laço, cordão umbilical, ponte entre o aqui de dentro e o lá de fora. Te vejo perdendo-se todos os dias entre essas coisas vivas onde não estou. Tenho medo de, dia após dia, cada vez mais não estar no que você vê. E tanto tempo terá passado, depois, que tudo se tornará cotidiano e a minha ausência não terá nenhuma importância. Serei apenas memória, alívio, enquanto agora sou uma planta carnívora exigindo a cada dia uma gota de sangue para manter-se viva. Você rasga devagar o seu pulso com as unhas para que eu possa beber. Mas um dia será demasiado esforço, excessiva dor, e você esquecerá como se esquece um compromisso sem muita importância. Uma fruta mordida apodrecendo em silêncio no quarto."

Caio Fernando Abreu in
Os Dragões não conhecem o Paraíso - A Outra Voz.

"Alguma coisa me diz que coisas grandiosas estão por vir.
Por isso abro meu coração pra alegria,
pra vida e pro sol que acaricia e não machuca…
E é nesse estado de gratidão e contentamento
que qualquer pensamento negativo
que eventualmente surja, morrerá de inanição."

Marla de Queiroz

segunda-feira, 30 de maio de 2011


De uns dias pra cá, eu venho pensando muito nessa história entre nós dois. E estou á um passo de tomar uma decisão que eu não queria, mas que eu acho que para eu fazer está faltando muito pouco. Pouco porque eu estou juntando tudo que você faz de chato e fazendo um balanço, você está indo pelo caminho errado e eu não estou mais com paciência para lidar com isso. Por que você faz isso? Você faz questão de mostrar uma imagem negativa a seu respeito usando palavras toscas? Eu não consigo te entender, você não me deixa de decifrar por completo. Mas eu continuo te amando, pensando em você antes de dormir e quase todo dia sonhando contigo. Juro que eu queria que nada disso fosse verdade, e se eu tivesse o poder da escolha de mudar meu destino, eu teria apagado o dia que te vi, porque depois que isso aconteceu você passou a visitar todo santo dia meus pensamentos. Mas olha, vou tirar umas ‘’férias’’ de você, pensar mais em mim e aproveitar a vida. Pois não tenho vocação para lamentações e o mundo lá fora chama meu nome, se a gente tiver de se encontrar pelas esquinas da vida, será.

(M)

"Muita coisa que ontem parecia importante ou significativa amanhã virará pó no filtro da memória. Mas o sorriso (…) Ah, esse resistirá a todas as ciladas do tempo. [Caio Fernando Abreu]

"A gente carrega dentro do peito todos os sonhos do mundo. Isso é tão bonito, tão encantador, tão cheio de esperança. Acho que é isso: precisamos da esperança, precisamos acreditar naquela fagulha que fica lá dentro dando a entender que tudo vai clarear, clarear, clarear." (...)

Clarissa Corrêa

"Há poema mais bonito que um gesto de amor? Até os iletrados são capazes dessa literatura."
                              Pe. Fábio de Melo

Gente. Não adianta. Você pode varrer a sujeira pra debaixo do tapete. Você pode embolar tudo e fechar o armário. Mas peraí. Você vai aguentar a bagunça da sua vida até quando? Você vai fingir que está tudo em ordem pra quê? Pra inglês ver? Ah, dá um tempo. Eu não sou inglesa. Eu não vou abrir a porta e ver você se desmoronar. Por isso, um conselho: Limpa sua sujeira. Limpa suas feridas. Limpa sua alma. Faz uma faxina nesse coração. E - preste atenção - faz isso logo. Porque dá rato. Ps: Eu comecei minha faxina. Tudo o que não serve mais (sentimentos, momentos, pessoas) eu coloquei dentro de uma caixa. E joguei fora. (Sem apego. Sem melancolia. Sem saudade). A ordem é desocupar lugares. Filtrar emoções. E fazer uma espécie de Feng-shui na alma. Que bons ventos tragam novas - e maravilhosas - energias. [Fernanda Mello]

domingo, 29 de maio de 2011


Obrigada Senhor por acordar hoje, pelo céu que vejo todas as manhãs e pelo o ar que respiro, família e amigos, e acima de tudo pela vida!

Eu admiro demais os detalhes. O detalhe de um sorriso tímido, da forma como os olhos se movem. Tudo revela algo.

E eu acredito no mecanismo do infinito, fazendo com que tudo aconteça na hora exata.” — Caio Fernando Abreu

Que quer dizer "cativar"?

__ É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços...".
__ Criar laços?
__ Exatamente, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...

[ O Pequeno Príncipe ]

"Estranho é que não escolhi. Não consigo precisar o momento em que escolhi. Nem isso, nem qualquer outra coisa, nem nada. Foram me arrastando. Não houve aquele momento em que você pode decidir se vai em frente, se volta atrás, se vira à esquerda ou à direita. Se houve, eu não lembro. Tenho a impressão de que a vida, as coisas foram me levando. Levando em frente, levando embora, levando aos trancos, de qualquer jeito. Sem se importarem se eu não queria mais ir. Agora olho em volta e não tenho certeza se gostaria mesmo de estar aqui. Só sei que dentro de mim tem uma coisa pronta, esperando acontecer, o problema é que essa coisa talvez dependa de uma outra pessoa para começar a acontecer.

- Toque nela com cuidado - disse Santiago. - Senão ela foge.

- A coisa ou a pessoa?

- As duas."

Caio F. Abreu

"É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado. É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando. Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado. Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja. Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro. Difícil é amar quem não está se amando. Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente."

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada. É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia. É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua. É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.

sábado, 28 de maio de 2011


Segure-se! Segure-se!
Não tenha medo
Você nunca mudará o que aconteceu e passou
Que seu sorriso (que seu sorriso)
Brilhe (brilhe)
Não tenha medo (não tenha medo)
Seu destino pode mantê-lo aquecido

Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Levante (levante)
Venha (venha)
Por que você está assustado? (Não estou assustado)
Você nunca mudará o que aconteceu e passou

Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar
Porque todas as estrelas
Estão desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você as verá algum dia
Pegue o que você precisa
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Onde todas todas nós, estrelas
Nós estamos desaparecendo
Apenas tente não se preocupar
Você nos verá algum dia
Apenas pegue o necessário
E siga seu caminho
E faça seu coração parar de chorar

Faça seu coração parar de chorar.

Stop Crying Your Heart Out - Oasis

Queria apenas rir das bobagens que você fala e faz, estar ao teu lado e dar aquele abraço apertado, esquecer da hora e do mundo, olhar em seus olhos e dizer tudo o que eu sempre quis mas o medo impediu. Talvez o tempo se encarregará das coisas, mais hoje queria apenas estar ao teu lado.

"É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."

Fernando Pessoa

‘’Ah, mas tudo bem. Em seguida todo mundo se acostuma. As pessoas esquecem umas das outra com tanta facilidade. Como é mesmo que minha mãe dizia? Quem não é visto não é lembrado. Longe dos olhos, longe do coração. Pois é.‘’ Caio F. Abreu

Esse Caio não existeeeeeeeeeeeee!

Ultimamente eu ando pensando bastante em você. E gosto disso – mesmo que eu imagine que não deveria ser assim. Mim lembro de cada risada e de cada palavra. Lembro até daqueles silêncios. Aqueles silêncios que serviam para descobrir. Descobrir qualidades, descobrir defeitos e descobrir que eu amaria cada pequeno detalhe desse desde que pertencesse a você. O meu coração já não deixa mais a minha mente em paz. Eu já não descanso mais. Segundos sem pensar em você, resultam em horas seguidas com a tua imagem estampada em cada pensamento. Inexplicável. Palavras já não se encaixam mais, mas eu preciso te fazer entender. Me deixa te explicar com um olhar. Deixa eu te dizer que isso é amor. Até porque se não fosse, eu já teria desistido de nós á muito tempo.

verdade ;~~

Eu não posso prometer te esperar para o resto da minha vida, mas eu vou esperar enquanto houver esse amor em mim, enquanto eu respirar e lembrar de você, olhar para os lados e sempre ver você mesmo distante, sonhar todas as noites só com você, enfim enquanto meu pensamento ainda estiver ligado ao seu por mais difícil que seja eu vou esperar por você.

A minha caaaaara =~~

"Você me perturba, joga água e sai correndo. atira pedra e me acerta de raspão, me espia no escuro e mostra língua, me xinga, me atiça. invade o meu sossego, meu refúgio, pisa no meu ninho com os sapatos sujos, na minha toca, sem saber o meu tamanho, até onde vai meu bote, você me provoca achando que não há perigo."

"As pessoas têm estrelas que não são as mesmas.
Para uns, que viajam, as estrelas são guias.
Para outros, elas não passam de pequenas luzes.
Para outros, os sábios, são problemas.
Para o meu negociante, eram ouro.
Mas todas essas estrelas se calam.
Tu porém, terás estrelas como ninguém...
Quero dizer: quando olhares o céu de noite,
(porque habitarei uma delas e estarei rindo),
então será como se todas as estrelas te rissem!
E tu terás estrelas que sabem sorrir!
Assim, tu te sentirás contente por me teres conhecido.
Tu serás sempre meu amigo
(basta olhar para o céu e estarei lá).
Terás vontade de rir comigo.
E abrirá, às vezes, a janela à toa, por gosto...
e teus amigos ficarão espantados de ouvir-te
rir olhando o céu.
Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!"

O Pequeno Príncipe
Ele: E se eu for embora?
Ela: Eu te espero.
Ele: E se não te ligar mais?
Ela: Espero suas cartas.
Ele: E se eu te disser que não sei escrever?
Ela: Vou te encontrar pra te ouvir. *Risos*
Ele: E se eu morrer?
Ela: Aí não faço mais nada.
Ele: Só está esperando eu morrer para cruzar os braços?
Ela: Quando você morrer, meus braços estarão cruzados e minhas mãos juntas, talvez familiares chorando em cima de mim.
Ele: Vai acabar com a sua vida aqui, por causa de mim?
Ela: Não, só vou partir pra te encontrar lá no céu.

sexta-feira, 27 de maio de 2011


Sinto meu corpo arrasado e pesado, inacreditavelmente pesado. É como se alguma coisa muito grande tivesse caído em cima de mim e me esmagado. Não me refiro à dor física, mas a uma dor diferente, por dentro. Às vezes os caminhos tortos também podem ser certos, e vice-versa. O importante é a gente seguir a gente mesmo e os nossos sonhos, porque só assim pode dizer que escolheu o melhor.

"E a gente (pode) DEVE ser maior. Basta que a gente queira. E querer não é poder, como as pessoas dizem por aí. QUERER É FAZER. E fazer não é nada fácil. Existem momentos na vida em que a gente precisa ser mais forte do que acha que pode, mais inteligente do que acha que é e mais nobre do que acha que consegue. E como é que a gente consegue? Querendo. E quando a gente quer demais uma coisa, a gente é capaz de feitos que a nossa mente nem consegue conceber. A gente mata um leão por dia. A gente acaba esquecendo das poças d’água, canalizando toda a nossa força para o embate inevitável com os predadores que a vida coloca na nossa frente. E são muitos." Lucas Silveira

Então você está confusa com seus sentimentos. Ele apareceu tão de repente na sua vida, com aquele brilho manso no olhar, com aquela meiguice na voz, sem pedir coisa alguma, meio como um Pequeno Príncipe caído de um asteróide. A princípio você nada percebeu de diferente. O susto veio quando você se lembrou das palavras da raposa, explicando ao Pequeno Príncipe o que era ficar cativo:É assim. A princípio você senta lá e eu aqui. Depois a gente vai ficando cada vez mais perto. Os passos de todos os homens me fazem entrar dentro da minha toca. Mas os seus passos me fazem sair...
"Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:

- Ah! Eu vou chorar.
- A culpa é tua, disse o principezinho, eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...
- Quis, disse a raposa.
- Mas tu vais chorar! disse o principezinho.
- Vou, disse a raposa.
- Então, não sais lucrando nada!
- Eu lucro, disse a raposa, por causa da cor do trigo.
Depois ela acrescentou:
- Vai rever as rosas. Tu compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te farei presente de um segredo.
Foi o principezinho rever as rosas:
- Vós não sois absolutamente iguais à minha rosa, vós não sois nada ainda. Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes a ninguém. Sois como era a minha raposa. Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela á agora única no mundo.
E as rosas estavam desapontadas.
- Sois belas, mas vazias, disse ele ainda. Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é, porém, mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob a redoma. Foi a ela que abriguei com o pára-vento. Foi dela que eu matei as larvas (exceto duas ou três por causa das borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.
E voltou, então, à raposa:
- Adeus, disse ele...
- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.
- O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.
- Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante.- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.
- Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa...

quinta-feira, 26 de maio de 2011


“Eu acredito que tudo acontece por um motivo. As pessoas mudam para que você possa aprender a deixá-las, as coisas dão errado para que você possa dar valor a elas quando estiverem certas, você acredita em mentiras e eventualmente aprende a confiar em ninguém exceto você mesmo e as vezes coisas boas dão errado para que coisas melhores possam dar certo” Marilyn Monroe

Eu acho que amigo mesmo é aquele que não importa se as coisas estão boas ou ruins, ela não vai sair do seu lado. Vai te emprestar o ombro pra chorar, e talvez até chore junto. Estará sempre lá contigo para comemorar suas vitórias, por mais idiotas que elas sejam. Mas quando preciso, ela irá te falar a verdade, por mais que ela possa te machuca e, ainda assim, ela nunca sairá do seu lado. Ela vai te chamar de idiota, ou de vaca, mas sempre com carinho e respeito por ti. Sem ela, você ficará perdida. Então, não deixe-a ir. No fim das contas, ela não é um qualquer em sua vida; ela é, talvez, a melhor coisa nela. (L)

"Nossas escolhas estão bem aqui, no coração. Não pense que está no colo de um, na mão de outro. Não se adie, por favor. E não se entregue. Aconteça o que acontecer: não se entregue. Não mude seu jeito por ninguém. Mude suas caras, bocas e trejeitos se quiser. A gente é o que é e quem não gosta, paciência. Não se traia, não se mude, não se mova. Seja você." Clarissa Corrêa

Só espero, não penso nada. Tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança. Mas só fico aqui parado, sem sentir nada, sem pedir nada, sem querer nada.

[Caio Fernando Abreu]

Para um homem se ver a si mesmo, são necessárias três coisas: olhos, espelho e luz. Se tem espelho e é cego, não se pode ver por falta de olhos; se tem espelho e olhos e é de noite, não se pode ver por falta de luz. Logo, há mister luz, há mister espelho e há mister olhos. Que coisa é a conversão de uma alma senão entrar o homem dentro de si e ver-se a si mesmo?

[Padre Antônio Vieira: Sermão da Sexagésima]

quarta-feira, 25 de maio de 2011


oh oh oh oh oh
You don't have to go
oh oh oh oh
You don't have to go
oh oh oh oh
You don't have to go
ay ay ay ay ay
All those tears I cried
ay ay ay ay
All those tears I cried
ay ay ay ay
oh Baby please don't go

When I read the letter
you wrote to me
It made me mad mad mad
When I read the news
That you brought to me
Made me sad sad sad

But I still love you so
I just can't let you go
I love you
Oh baby I love you

oh oh oh oh oh
Every breath I take
oh oh oh oh
Every move I make
Baby please don't go
Honey please, don't go
ay ay ay ay ay
You hurt me into my soul
ay ay ay ay
You hurt me into my soul
Oh baby, baby baby please, baby please
Don't go

When I read the letter
you wrote to me
It made me mad mad mad
When I read the news
That you brought to me
Made me sad sad sad

ooh I still love you so
I just can't let you go
I love you
ooh baby I love you
oh oh oh oh oh oh oh oh
oh oh oh oh oh oh oh oh
oh oh oh oh oh oh baby
oh oh oh oh oh oh oh oh
Please, don't go
Don't runaway from me
Shanana shanana shanana shanana shananana shananana shanana.

Dyer Maker =)

Nunca é tarde, às vezes é apenas cedo demais. Eu tenho que entender isso. Aliás, eu tenho que entender tantas outras coisas. [Caio Fernando de Abreu]

Caio SEMPRE OU QUASE SEMPRE falando por mim =)

"Essa morte constante das coisas é o que mais dói. Não quero ser a carpideira do meu tempo. Mesmo encontrando todos os dias pelas escadas os devotos de Morfeu, com suas caras verdes, suas veias machucadas. Amanhã alguém nos cantará. Um rock de horror? Depois de todas as tempestades e naufrágios, o que fica de mim em mim é cada vez mais essencial e verdadeiro. Inverno aqui se escreve com F. E a gente entende por que todas aquelas histórias góticas, Frankenstein, Drácula, nasceram aqui. Na esquina, a igreja com o cemitério ao lado, cheio de lápides corroídas, é o perfeito cenário de um filme de horror. Roubamos do altar velas longas, amareladas, lindas.

25 de fevereiro In Lixo e purpurina [Caio F. Abreu]

‘’ — Eu respeito a sua dor e não posso elaborar nenhuma tese sobre ela. Sua dor é única, e é a única que você consegue realmente sentir. Ela te pertence e a mais ninguém."

[Augusto Cury in O Vendedor de Sonhos]

"A vida é como uma caixa de lápis de cor. Deus nos dá caixas com quatro, oito, 12, 24 ou com 36 cores. Não importa se você recebe uma com quatro ou com 36. Você tem que fazer o melhor com o que Deus dá. Independente de quantas cores tenha na sua caixa."

Do filme: Waking life

Sabe qual é o meu diferencial? Eu confio plenamente em mim. Sei muito bem do que sou capaz e não aceito que alguém fale isso por mim. Eu me valorizo de uma forma que chega da nojo, mas eu acho bom. Não ligo pra opiniões medíocres, muito menos críticas destrutivas. Absorvo aquilo que é bom, e ignoro tudo de ruim. O seu veneno é minha cura, a sua inveja é meu sucesso, e o que você pensa sobre mim, não faz diferença nenhuma.

"Não sou sempre flor. Às vezes espinho me define tão melhor. Mas só espeto os dedos de quem acha que me tem nas mãos." [Marla de Queiroz]

Sinto uma falta absurda de você. Ficou um vazio que ninguém preenche. E penso e repenso e trepenso em você aí…tá tudo bem assim. [Caio F Abreu]

segunda-feira, 23 de maio de 2011


Apenas ignore. Veneno só faz mal se você engolir.


Eu não aguento, não aguento, não aguento mais
Nunca me senti, me senti, me senti assim antes
Venha me pegar, venha me pegar na pista de dança
DJ o que, o que você está esperando?

Oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh, oh

Veja o sol nascendo, nós não paramos ainda
Continue dançando até o mundo acabar
Se você está sentindo, deixe acontecer
Continue dançando até o mundo acabar.

[Till The World Ends - Britney Spears]

"Não tiro ninguém da minha vida, apenas reorganizo as posições e inverto as prioridades."

36 Prestações de Saudade:

"Dizem que tudo na vida tem dois lados. Um bom e outro ruim. Depende nos olhos de quem está a pimenta. Mas se tem algo realmente ambíguo para uma única alma é um troço chamado saudade. Com ou sem pimenta nos olhos. O dito popular é quem melhor traduz a dualidade de uma saudade quando diz que esta é a maior prova de que o amor valeu a pena. Então sentir a falta é bom. E ruim. Em todos os pontos de vista. Vai entender... Saudade é amar um passado que nos machuca no presente. É uma felicidade retardada. É deitar na rede e ficar lembrando das ardentes reconciliações depois de brigas homéricas por motivos desimportantes. Sente-se falta de detalhes, como uma toalha no chão, dias chuvosos, da cor dos olhos. A saudade só não mata porque tem o prazer da tortura. Saudade é o amor que não foi embora ainda, embora o amado já o tenha feito. Ter saudade é imaginar onde deve estar agora, se ainda gosta de vinho bordeux, se chorou com a derrota do Grêmio no campeonato nacional, se tem tratado aquela amigdalite. E quando a saudade não cabe mais no peito, se materializa e transborda pelos olhos. Sentir saudade é ter a ausência sempre do seu lado. É mudar radicalmente a rotina, comer mais salada e menos sorvete, frequentar lugares esquisitos, ter dias mais compridos, ter tempo para os amigos, para o vizinho e para a iguana do vizinho. A saudade é a inconfortável expectativa de um reencontro. Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais um sentimento. A gente é saudade. É viver para encontrar o olhar da pessoa em cada improvável esquina, confundir cabelos, bocas e perfumes, sorrir com os lábios tendo o coração sufocado. Porque mesmo a saudade sendo feita para doer, às vezes percebemos que ela é o meio mais eficaz de enxergar o quanto amamos alguém, no passado ou no presente. Por que a saudade é o muro de Berlim desmoronado no chão, capaz de agregar opostos, como a tristeza e a felicidade em uma coisa híbrida. Se você tem saudade é sinal que teve na vida momentos de alegria com ela ou ele! No fim das contas, a saudade que agora lhe maltrata nada mais é que uma dívida sendo paga em longas 36 prestações pelo amor usufruído. Agora aguenta..." Gabito Nunes

Você tem vontade de morrer, de se matar, de fazer qualquer coisa para a dor sumir, porque não vê outra saída? Sinceramente? A dor passa e você nem percebe. Note que já enfrentou coisas muito piores, que seu coração já se despedaçou e você já o consertou milhares de vezes. Porque não pode agora? Seja forte e preste atenção: não importa o que seja, nada é mais importante do que você.

"O amor não é uma desculpa. Você não pode justificar o ciúme com o amor. Sinto ciúme de você porque te amo demais. Eu já disse isso, mas hoje vejo diferente. Se eu amo demais, o problema é meu. Dizer que ama e quantificar o amor só serve para quem sente. Se eu tenho o maior amor do mundo, o mais puro e o que mais me faz feliz o problema é exclusivamente meu. Sabe por quê? Não importa o amor que eu sinto, não para o outro. Para o outro importa como eu demonstro, me comporto e vivo esse amor. O que adianta eu dizer que o meu amor é o mais puro de todos se eu não mostro isso? O amor não é uma palavra bonita. O maior problema do mundo, hoje, é esse. As pessoas acham que falar basta. Não, falar não basta. O amor não tem que ser dito, ele precisa ser sentido, senão ele não sobrevive." Clarissa Corrêa

''Não espere eu ir embora pra perceber, que você me adora, que me acha foda, não espere eu ir embora pra perceber...''

''Desculpa minha maneira de dizer, assim, sem qualquer introdução ou motivo, mas você não mente bem. Você se tornou o desafio perfeito e, confesso, sua embalagem prometia muito mais do que o produto realmente é. Fui eu quem cuidei da parte da atitude, da conversa, do momento certo. Acho muito cansativo ser responsável por tudo, então eu desisto de tentar te fazer humano. Pode seguir com sua falta de falta de vida, cheio de pose e frases prontas. Você não sabe conversar e eu sou um poço infinito de palavras, jogadas na sua cara, mostrando que a falta de conteúdo pode sim te afetar. Era muito fácil com aquelas garotas, não? Um pouco de álcool, o que você faz da vida, vamos fugir de todo mundo. Mas e alguém de corpo e alma? Aí você desiste, porque no dia seguinte não tem mais o que falar... Falta em você algum brilho, alguma individualidade, algo que te faça especial. Em mim esse brilho sobra e eu saio por aí espalhando, como se fosse bonito se perder em todo mundo só porque meu corpo não é suficiente pra me abrigar. E nós seguimos sendo nada, enquanto você não descobre que eu leio sua insegurança. Vou deixar você procurar em todas o que você só vai achar em mim, mas não vou te esperar. Quando você perceber, será tarde demais. Mas eu deixo você olhar, porque você é lindo calado e eu falo para uma plateia inteira. Se algum dia manequim for objeto de palco, a gente se encontra.'' [Verônica H.]