Queridos visitantes

quarta-feira, 8 de junho de 2011


Quando a resposta não vem... O ser humano é dominado por uma urgência quase impossível de ser dominada. Queremos tudo pra ontem, tudo pra agora. Fazemos da espera um sufoco e da dúvida uma tragédia grega. Não dá pra negar, a pressa corre em nossas veias em uma velocidade impossível de ser medida. Transformamos o tempo em inimigo e o desespero em aliado. Somos responsáveis por atropelar nossos próprios sentimentos sem nos darmos conta de que o curativo também deverá ser feito por nós. Esquecemos que o grande barato da vida é a surpresa e insistimos em criar regras descabidas. É verdade, a pior resposta é a aquela que não vem, mas alguém nos garantiu que não haveria mistério?!? [Fernanda Gaona]

Nenhum comentário:

Postar um comentário