Queridos visitantes

segunda-feira, 4 de julho de 2011


Não gosto de café morno, de conversa mole, nem de noite sem estrela. Sou bem mais feliz que triste, mas às vezes fico distante. E me perco em mim como se não houvesse começo nem fim nessa coisa de pensar e achar explicação pra vida. Explicação mesmo, eu sei: não há.

Fernanda Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário