Queridos visitantes

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Eu confesso, já deitei pensando ou tentando imaginar quando é que tudo isso vai passar. E pra falar verdade, eu ainda faço isso em todas as noites em todos os segundos, não entendo mais porque eu não consigo sorrir, são tantas coisas, tantas pessoas que um dia falaram estar comigo, juraram me fazer sorrir quando precisava e que hoje passam direto, nem se quer olha pros meus olhos. E pra falar verdade aprendi um pouco com esses sofrimentos, aprendi que não se pode confiar em qualquer um só por causa que essa pessoa te deu um simples oi, tem que existir confiança no meio de tantas coisas, e pra falar verdade confiança é uma das coisas que mais faltaram nas pessoas que conheci. Nenhuma delas tinham em mim, e quanto mais isso acontecia, mais eu retribuía, com confiança nenhuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário