Queridos visitantes

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

A verdade é que as pessoas nunca estão satisfeitas com quase nada que faço. Acham que eu devo agradá-las a todo momento, acham que só o que eu faço é errado, acham que tudo de bom que acontece na minha vida é graças à elas. Sabe, prefiro ignorar esse padrão de ‘ser perfeitinho’ a todo e qualquer momento. Gosta de mim? Beleza, fico grato por isso. Não gosta? Entra na fila, e fique sabendo: ela está grande. Me ame ou me odeie, ambos estão ao meu favor. Pare definitivamente de achar que eu nasci pra seguir regras, padrões e tudo mais. Sou livre pra fazer o que bem entender, e não preciso que as pessoas acreditem na minha inocência para ter certeza de certas coisas. Se nada der certo, tudo bem, a vida continua, mas com um “Foda-sebem alto saindo da minha boca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário