Queridos visitantes

sábado, 22 de outubro de 2011


O que você faz é problema seu. Mesmo porque a gente nunca deve esquecer que tudo tem uma consequência. Mas não é uma revista, uma novela, sua mãe, a igreja, o centro espírita, seu marido, suas amigas ou o dono do bar que você frequenta que vão dizer a forma como você tem que viver. Em outras palavras: se cada um cuidasse do seu rabo e não se importasse em criticar tanto a vida do outro o mundo seria um lugar muito melhor para viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário