Queridos visitantes

terça-feira, 25 de outubro de 2011


Aos poucos a gente vai desamarrando os laços criados pelo caminho. Aos poucos a gente vai se desfazendo das lembranças, dos lugares, das pessoas, das dores, dos medos, dos nós. Mas não adianta, é necessário se amarrar de novo, é necessário criar novos jeitos de se amarrar. A vida é assim, feita de apegos e desapegos. Feito de fim e recomeço. Enquanto a gente faz um laço, a gente tem que se desfazer de outros. Mas não se esqueça que os laços se acumulam e que a corda é pequena. O fato é, na hora de se desfazer você tem que saber a diferença entre os laços bonitos e os fortes. Entende?

Nenhum comentário:

Postar um comentário