Queridos visitantes

segunda-feira, 31 de outubro de 2011


Com a maturidade (em outras palavras: com os parafusos aparafusados direitinho), a gente começa a perceber o que merece e o que não merece a nossa atenção. Isso vale para coisas, pessoas, ideias, sentimentos. Tem coisa que não vale um real. Outras tantas valem um milhão. — Clarissa Corrêa

Nenhum comentário:

Postar um comentário