Queridos visitantes

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Talvez eu não seja aquilo que você queira. Talvez eu me demonstre rebelde contra o tempo. Eu posso encher a sua cara de rugas e preocupações. Eu posso me demonstrar tudo aquilo que você não sonhou que eu fosse. Muitas vezes eu me debato em pensamentos negativos que te fazem implorar a Deus uma ajuda para minha rebeldia. Talvez eu nunca mude como é de sua vontade. Em muitas ocasiões eu posso mesmo parecer sua inimiga, sua rival, tudo aquilo que você não deseja por perto. Eu não me controlo e falo pra você de seus defeitos e quantas vezes te escondo os meus. Mas esse é meu jeito humano e coberto de defeitos de dizer que você é muito bom mesmo naquilo que faz. Nossas conversas podem as vezes me levar a te odiar, porque você nunca concorda com as minhas decisões, mas deixa que eu as concretize. Você vive me falando das minhas responsabilidades, do que devo ou não fazer pra te agradar. Eu só queria que você entendesse o que eu também não entendo: que você faz o melhor que pode, mas que talvez existam coisas que você pode fazer pra melhorar, mas toma as decisões sem me consultar e eu tenho tanto pra te dizer... tanto pra lhe falar daquilo que eu sei sobre você e que eu tenho certeza que você sabe sobre mim e não fala. Mas eu tenho certeza que quando tudo passar você vai olhar para mim e ver como vivemos felizes em nossos conflitos, porque foi eles que nos fizeram ser vitoriosos desde o começo. Mas na nossa busca constante em tentar ser melhor, ainda bem, nos fizemos melhor ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário