Queridos visitantes

sexta-feira, 30 de março de 2012

"Ando um pouco sem paciência com gente que usa muitas fantasias. Acho que devemos tirar roupas, acessórios e maquiagens. Jogar as aparências no lixo. Ficar apenas com o melhor que temos: a essência." (Clarissa Corrêa)
 
Quantas vezes você escreveu algo e apagou?
Quantas vezes você engoliu o que tinha para dizer?
Eu olho pra trás e penso: meu Deus, que saudades do tempo que nossa turma de Nutrição estava junta com a de Enfermagem! Realmente agora tá fazendo falta. Toda sexta-feira saíamos pra um lugar diferente depois da aula, e agora é só estudar e voltar pra casa, pra ''talvez'' sair... Foi uma fase bem diferente e cheia de aprendizado pra mim, não que agora não seja, mas antes meus dias tinham mais emoção, as pessoas eram mais ''vivas'', alegres e cultivavam a diversão, independente de ser uma festa bombástica! Eu tô com tanta saudade, não só desse tempo (Outubro/2011), mas de muitas outras coisas que eu nem sei onde vão parar e no que vão dar, eu coloco tudo nas mãos de Deus, só Ele e mais ninguém, sabe o que é melhor pra mim.

Eu estava precisando desabafar :S

Por: Vanessa V. L. Ramos

quinta-feira, 29 de março de 2012

"E em silêncio eu oro. E peço: Livrai-me… De toda mágoa que me impede de sorrir, todas as más intenções que me impedem de seguir. Dos maus pensamentos que tiram a paz, das más palavras que levam ao caos. Dos maus corações. Das más sensações. Tudo o que aqui dentro fizer mal. E que assim eu me faça, Livre. Da falta de fé. Da falta de sonhos. Da falta de PAZ. Livre de tudo que me prende. De tudo o que ofende, a minha liberdade. De ser. E de sentir" - Caio Fernando Abreu
''Tudo o que eu vivi me trouxe até aqui e sou grata a tudo, invariavelmente. Curvo meu coração em reverência a todos os mestres, espalhados pelos meus caminhos todos, vestidos de tantos jeitos, algumas vezes disfarçados de dor...'' (Ana Jácomo)
“Eu me jogo. Faço drama. Choro até ficar a irmã gêmea do monstro do Lago Ness. Não durmo. Como chocolate. Brigo. Fico de mau-humor. Choro mais. Faço mais drama. Digo que não quero mais porcaria nenhuma. Me escondo do mundo. Abraço o travesseiro. Acendo mil incensos. Quebro os pratos. Choro mais um pouco e… Mais drama! Mas eu vivo. Eu sinto. Eu bato com a cabeça, aprendo e não aprendo. Faço de novo, quebro a cara de novo. Me estrepo. Fico toda quebrada. Mas eu não desisto. A esperança te faz seguir em frente. Esperança de céu azul. De mais banhos de mar. De abraços gostosos. Beijos de cinema. Amigos de verdade. Pão quentinho. Água de coco. Família reunida aos domingos. Risada de criança. Choro de bebê. Lambida de cachorro. Vida nova. Vida inventada. Vida renovada. Vida que segue. No final, sempre dou risada. E não perco essa minha “estranha mania de ter fé na vida”…”
(Clarissa Corrêa)

sexta-feira, 23 de março de 2012

Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhe parecem verdadeiras. Desfaça os nós que lhe prendem àquelas que foram significativas na sua vida, mas infelizmente, por vontade própria, deixaram de ser. Nó aperta, laço enfeita. Simples assim.  — Caio Fernando Abreu
Talvez eu seja um pouco de tudo que já li. Um pouco de tudo que meu olhar já aprendeu do mundo. Um pouco das belas músicas. Um pouco daqueles que me são queridos. Um pouco de múltiplos sentimentos e algumas fraquezas. Talvez eu seja um pouco do que você deixou em mim, mas em essência, o muito da minha essência, é algo delicado e misterioso… — Rubem Alves 
E mesmo não estando muito bem eu sempre faço piadas, pra não parecer que estou mal.

quinta-feira, 22 de março de 2012

"Em minhas preces de todo dia, sempre peço coragem e paciência. Coragem para continuar superando as dificuldades do caminho naqueles que não me compreendem. E paciência, para não me entregar ao desânimo diante das minhas fraquezas!" - Chico Xavier
Você se sente sozinha, se sente como se ninguém pudesse te ajudar, que ninguém conseguiria fazer isso, que ninguém quer fazer isso. Se sente como se você não tivesse mais ninguém a não ser você mesma. Se sente como se você fosse um nada. Como se não servisse pra nada. E isso dói, mas ninguém percebe. Você faz de tudo para que alguém perceba mas ninguém realmente se importa se você esta bem ou não. Você quer alguém pra contar tudo, sem se arrepender depois. Você precisa de alguém que fique do seu lado e que fale sempre “Eu to aqui, vai ficar tudo bem”. Você precisa que alguém realmente se importe com você. E você espera, com calma, sem pressa. Porque tudo chega no momento certo, e essa pessoa, ainda vai chegar.
Colecionadora.
Galileu pensou que a Terra girasse em torno do céu, acabou condenado. Joana Dark queria unificar a França, e terminou na fogueira. Robespierre pensou que podia ser igual e livre, foi parar na guilhotina. Tiradentes queria o Brasil independente, foi condenado a forca. Sorte sua viver numa época que você é livre pra pensar. É burrice, não pensar. — Canal Futura. 

segunda-feira, 19 de março de 2012

Sabem porque Romeu e Julieta são ícones do amor, são falados e lembrados, atravessaram os séculos incólumes no tempo, se instalando no mundo de hoje como casal modelo de amor eterno? Porque morreram e não tiveram tempo de passar pelas adversidades que os relacionamentos estão sujeitos pela vida afora. Senão provavelmente Romeu estaria hoje com a Manoela e Julieta com o Ricardão. Romeu nunca traiu a Julieta numa balada com uma loira linda motivado pelo impulso do álcool. Julieta nunca ficou 5 h seguidas esperando o Romeu… ligando incessantemente para o celular dele que estava desligado. Romeu não disse para Julieta que a amava, que ela era especial e depois sumiu por semanas. Julieta não teve a oportunidade de mostrar para ele o quanto ficava insuportável na TPM. Romeu não saia sexta-feira a noite para jogar futebol com os amigos e só voltava as 6 h da manhã bêbado. Julieta não teve filhos, engordou nem ficou histérica com muita coisa para fazer. Romeu não disse para Julieta que precisava de um tempo, querendo na verdade curtir a vida e que ainda era muito novo para se envolver definitivamente com alguém. Julieta não tinha um ex-namorado em quem ela sempre pensava ficando por horas distante, deixando Romeu com a pulga atrás da orelha. Romeu nunca deixou de mandar flores para Julieta no Dia dos Namorados alegando estar sem dinheiro. Julieta nunca tomou um porre fenomenal e num momento de descontrole bateu na cara do Romeu no meio de um bar lotado. Julieta nunca teve uma crise de ciúme achando que Romeu estava dando mole para uma amiga dela. Romeu não tinha uma ex-mulher que infernizava a vida da Julieta. Julieta nunca disse que estava com dor de cabeça e virou para o lado e dormiu. Romeu nunca chegou para buscar a Julieta com uma camisa xadrez horrível. Por essas e por outras que eles morreram se amando. — Martha Medeiros. 
Educação eu tenho, só não tenho paciência. Se me der na telha eu levanto e vou embora, não preciso ficar aturando gente mal amada.
Caio Augusto Leite

quinta-feira, 15 de março de 2012

ALGUMAS PESSOAS QUE SE ACHAM TÃO ADULTAS, MAS NO FUNDO NÃO PASSAM DE CRIANÇAS ASSUSTADAS E INGÊNUAS. FICAM FALANDO SOBRE VODKA E NÃO AGUENTAM NEM TOMAR CIDRA. FALAM DE SEXO, MAS TEM NOJO DE MASTURBAÇÃO, OU PIOR, SE FAZEM DE SANTAS E VIRGENS, MAS SÃO MAIS RODADAS QUE CATRACA DE ÔNIBUS. ACHAM BULLYING UM CRIME IMPIEDOSO, MAS ZOAM O NERD DA SALA E JOGAM BOLINHA DE PAPEL NA CABEÇA DA PROFESSORA. DIZEM SE IMPORTAR COM O CORAÇÃO, MAS NÃO NAMORAM GAROTOS QUE NÃO TIVEREM TANQUINHO OU GAROTAS COM PEITO MENOR DE 50. ENTRE TANTAS OUTRAS COISAS. CRESÇAM PESSOAS. CRESÇAM.
Acredita em ti. Acredita nos teus sonhos. Mas não fica parado sonhando. Te mexe. Move. Movimenta. E ama. Ama muito. — Clarissa Corrêa.
Quero amigos, não admiradores. Pessoas que me respeitem pelo caráter e pelo que faço, não pelo sorriso encantador. O círculo ao meu redor seria bem menor, mas o que importa, desde que fosse composto por gente sincera?
O Diário de Anne Frank
“Mulher não desiste, se cansa. A gente tem essa coisa de ir até o fim, esgotar todas as possibilidades, pagar pra ver. A gente paga mesmo. Paga caro, com juros e até parcelado. Mas não tem preço sair de cabeça erguida, sem culpa, sem ‘E se’ ! A gente completa o percurso e ás vezes fica até andando em círculos, mas quando a gente muda de caminho, meu amigo, é fim de jogo pra você. Enquanto a gente enche o saco com ciúmes e saudade, para de reclamar e agradece a Deus! Porque no dia que a gente aceitar tranquilamente te dividir com o mundo, a gente não ficou mais compreensiva, a gente parou de se importar, já era. Quem ama, cuida! E a gente cuida até demais, mas dar sem receber é caridade, não carinho! E estamos numa relação, não numa sessão espírita. A gente entende e respeita seu jeito, desde que você supra pelo menos o mínimo das nossas necessidades, principalmente emocionais, porque carne tem em qualquer esquina. Vocês nem sempre sabem, mas além de peito e bunda, a gente tem sentimentos, quase sempre a flor da pele. Somos damas, somos dramas, acostumem-se. Mulher não é boneca inflável, só tem quem pode! Levar muitos corpos pra cama é fácil, quero ver aguentar o tranco de conquistar corpo e alma, até o final.”
"Quero meus amigos de verdade sempre perto. Minha família sempre ao lado. Gente boa me rondando. O resto eu não quero. Gente que suga, que só quer, que não sabe ouvir, que tem inveja, que não sabe rir de si mesma. Não quero isso na minha vida. Eu quero claridade, entende? Gente clara, transparente. Que pisa na bola, mas entende, volta atrás, se assume."
"Eu consigo ser forte, seca, irônica e um pouco grossa com todo mundo. Quase inabalável. Costumo querer ser um pouco mandona e querer que tudo seja sempre do meu jeito. Falo alto demais, dou risada alta e escandalosa demais, falo demais também e digamos que, gírias e palavrões demais. Mas, com você é diferente. Com você eu sou diferente. Não que eu não seja eu mesma mas, com você não consigo ser seca o tempo todo, irônica ou grossa demais. É estranho. Você me faz a pessoa mais forte do mundo, mas é a minha maior fraqueza. Você é a pessoa que pode me fazer mais feliz no mundo, mas também é a que mais pode me fazer sofrer. Eu acredito que você me ame mas, acho estranho o jeito de você me amar (…) Você é humano e ninguém é perfeito, talvez seja eu mesma que não sei amar direito."

domingo, 11 de março de 2012

Acho graça quando você fala aquelas coisas. Você me vê de um jeito que não consigo entender. Me acha mais bonita do que realmente sou. Me acha mais inteligente do que sou. Me acha mais forte do que sou. Me acha mais incrível do que sou. Desculpa, não quero te decepcionar, mas não sou tudo isso. Sei que você conhece meus defeitos, minhas falhas. Mas não entendo como essas coisas não te abandonaram com o passar dos anos. Fico rindo quando você fala que tenho cara de boneca, que meu nariz é perfeito, que minha boca é perfeita, que meus olhos são perfeitos, que meu rosto é todo belo. Não acho tudo isso, falo sério. Não sou essa belezura toda, não sei da onde você tira essas ideias malucas. E, pelo amor de Deus, não sei de tudo, eu tenho minhas limitações, não sou essa inteligência e esperteza toda. Eu conto nos dedos e uso calculadora. Não sei onde fica a Guiana Francesa. Não entendo nada de política. Sempre me embanano no horário de verão, nunca sei se adianto ou atraso o relógio. Também fico pensando “ih, agora nem são 22:31, são 21:31”, penso com o horário antigo. Não sou forte o tempo inteiro e não gosto de admitir isso, então não espalha. Eu sou fraca às vezes. Muitas vezes. Sou frágil e estou frágil agora. Tenho passado momentos não tão incríveis, não tão legais. Sei que vou superar, mas nem sempre acho força, então me fecho. Não quero ajuda de ninguém, sou uma filha da puta orgulhosa que não sabe pedir colo, quero que adivinhem. E eu preciso muito agora de alguma ajuda, uma mão na cabeça, alguém que esteja ao meu lado. Luto contra um ego chato, que muitas vezes me passa a perna. Tem dias que me acho o máximo, em outros me acho um lixo. — Clarissa Corrêa
  • Tem gente que nem é boniiiiiiiiiiiita, mas é tão querida, tão legal, tão simpática que acaba se tornando belíssima. Assim como tem homens e mulheres lindos, mas que de tão metidos e arrogantes viram feiosos. Não posso esquecer dos exibicionistas: normalmente eles têm o corpo bonito e fazem aquele olhar vem-que-te-quero (pra não dizer outra coisa). Esses acabam se tornando ridículos com o passar do tempo. Por uma noite é até bacana. Mas acordar todo dia de manhã com quem é um personagem não é nada legal. Uma hora cansa, enche o saco. Uma hora falta verdade, falta simplicidade, falta deixar o jogo de lado, falta deixar o lado poser e montado num canto da sala. - Clarissa Corrêa. 
Recentemente, eu tenho me abandonado, me reprimido, me mal tratado. Esses dias, eu queria sentir dor, me punir, me estragar. Hoje de manhã, não quis sorrir, não quis falar, nem respirar. Quero ir para longe, bem longe. Quero voar para o céu infinito. E me perder, sem me arrepender. Quero bater em todos, quero gritar com todos. Dormir demais, acordar feliz, olhar nos olhos, ouvir melodias. Quero ser livre. Decidi controlar, manipular e nunca desistir. Eu quero. Não quero. Rasgar, chacoalhar, cegar, não perdoar. Jogar-me, sem medo nem desespero. Eu posso viver agora, não vou deixar para amanhã. Sempre me arriscarei. Perder um e achar outro. Soprar com o vento, suspirar com o tempo. Buscar, agarrar, brigar, sem me desculpar. Caminhar por aí, correr sem desviar, passear, dançar. Provocar, me irritar, me divertir. Beber até cair, pisar sem escorregar, largar, folhear. Deitar no sofá, pular no colchão, estourar um balão, me assustar. Chegar, sair. Abraçar, beijar, me arrepiar. Palavrear, verbalizar, xingar, conversar, discursar, calar. Enlouquecer, adorar, lembrar, esquecer. Eternizar. Quero chover, anoitecer, amanhecer, apodrecer. Quero ser. Tudo sem me preocupar, sem complicar, sem amar. — Carina Di Domenico
Se dizemos às pessoas grandes: ‘Vi uma bela casa de tijolos cor-de-rosa, gerânios na janela, pombas no telhado…’, elas não conseguem, de modo algum, fazer uma ideia da casa. É preciso dizer-lhes: ‘Vi uma casa de seiscentos mil reais.’ Então elas exclamam: ‘Que beleza!’
O Pequeno Príncipe. 
Sabe de uma coisa? Não, você não sabe. Vou te contar. Eu ando tão sensível. Precisando assim de uma palavra suave, de um gesto inesperado - e belo. Você consegue me surpreender de um jeito bom? Diz que sim, preciso tanto de você. Que coisa louca essa: a gente precisa de alguém. Mas, sabe, a gente sempre precisa de alguma coisa que nos coloque no eixo. Ando meio fora dos trilhos, se é que você me entende. Andei pensando na vida - é, sei que isso dá calafrios (…) — Clarissa Corrêa
Lamentou acordar. Tudo desaparecia quando ela estava dormindo.
(A Menina que Roubava Livros)
Há uma série de coisas acerca da minha vida a serem ditas. Não, eu não tão arisca como transpareço. São os ouvidos alheios que nunca querem me escutar.
Eu sofro sendo assim, eu sofro porque, quando você acha mais da metade do mundo babaca, você passa muito tempo sozinho. — Tati Bernardi.

sábado, 10 de março de 2012

Eu estava a ponto de sentar numa daquelas calçadas tortas. Enterrar a cabeça nas mãos e chorar e chorar. - Caio Fernando Abreu  
A gente só consegue ver o que está dentro da gente. E você só consegue ver o sujo, o feio e o doente das coisas. Tudo isso está dentro de você, na sua mente, na sua cuca. Aqui. A sua cuca é que é feia, suja e doente. Nada é horrível, nada é maravilhoso. O seu olho daqui é que transforma tudo. O seu jeito de olhar. O que acontece é que você ainda não aprendeu a olhar.

Caio Fernando Abreu 
Crescer significa mudar e mudar envolve riscos, uma passagem do conhecido para o desconhecido. — A Cabana: William P. Young.
Já chorei por conta de palavras mal faladas, atitudes mal pensadas e por ações não reveladas. Não digo que não choro mais por isso e que não me importo mais com o desafeto, mas digo que não é mais uma prioridade, levo isso como uma segunda ou até ultima alternativa na minha lista de preocupação. Preciso ser feliz e hoje em dia essa é minha motivação.
Queria eu, ter o poder de tornar meus pensamentos reais. Mas acredito, acredito mesmo, que todos esses pensamentos, que na verdade são desejos, ficam armazenados, guardadinhos em algum lugar, pra no futuro, virem à se tornar de fato, reais. Além do pensamento. Concretos. (Aghata Paredes)
E no fim das contas, o que dizem acaba sendo verdade mesmo. Não tem como esquecer de alguém que marcou a nossa vida, que marcou o nosso coração. Não tem como jogar fora certos momentos, nem desamarrar laços que te prenderam por tanto tempo. Afinal, não somos um computador que leva tudo para a lixeira, e apaga da memória. Quem dera fôssemos. (Amanda Alves)