Queridos visitantes

domingo, 27 de maio de 2012

"Quem dera que a vida fosse como nos filmes que a gente pressiona a tecla "avançar" e já fica sabendo o que acontece no final. Infelizmente - ou felizmente - na vida real é proibido ter certeza e os caminhos nunca se apresentam de forma bem definida tipo preto ou branco. As escolhas variam numa limitada gama de cinzas claros e escuros e é sempre arriscando que fazemos decisões, porque sofrer também faz parte do processo ou, como diria Eça de Queirós, " a cada viver corresponde um sofrer". (Camila Nascimento Silva in Você tem meia hora)

Um comentário: