Queridos visitantes

sábado, 4 de agosto de 2012

Eu sempre vivi na fantasia, em um mundo em que as pessoas não são de plástico e têm sentimentos, onde a beleza exterior não é o mais importante e o primordial é o respeito e a cumplicidade. No meu mundo, que é só meu, corações não são vasos que as pessoas quebram e o despedaçam, aqui, o amor prevalece e o que tentam envenenar o bem cura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário