Queridos visitantes

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Que seja dessa forma

Que a cada amanhecer eu tenha a humildade de agradecer tudo que possuo. Um lar, uma família, um corpo saudável, uma mente imperfeita, um trabalho, um prato de comida. Que a cada entardecer eu consiga vislumbrar alguma luz, um pouco de serenidade, maturidade e paciência. Que a cada anoitecer eu tenha a sinceridade de reconhecer cada passo em falso, cada palavra mal colocada, cada desculpa entalada na garganta, cada pequena solidão sentida. Que a cada dia eu me mantenha firme, não desvie do caminho escolhido, não esqueça meus propósitos, não desista dos meus sonhos. Que a cada segundo eu consiga pensar, falar e sentir coisas boas. E que consiga ajudar quem passa pela minha vida. Que assim seja. Sempre.

Pequenas verdades

Sinceramente, não estou fazendo o menor esforço para tentar entender por qual motivo você acha que minha vida é cena de novela, onde meu cabelo está sempre impecável; minha meia-calça nunca puxa fio; meu pé não fica com calos ou bolhas por causa dos sapatos desconfortáveis e lindos; minha unha não descasca, fica fraca ou quebra; meu rosto está sempre com a pele viçosa, sem olheiras, manchas, pés de galinha, marcas ou espinhas; meus ombros não ficam doendo no final do dia por conta do stress, bolsa pesada ou má postura (...); nunca preciso trocar uma lâmpada do banheiro, matar uma barata, fugir de uma lagartixa, passar aspirador de pó na sala, lavar o banheiro, arrumar a cama ou limpar o fogão. Não sei mesmo que ideia você faz da minha vida. Certamente deve pensar que acordo sempre de bom humor, sem dores na alma, com excelentes pensamentos, que minha vida conjugal não tem problemas, que não passo diariamente por crises existenciais e emocionais, que nunca choro ou carrego mágoas naquele canto escuro do peito. Olha, eu sou humana, sou feita do mesmo que você: carne, osso, coração. Também fico triste, tenho dúvida, me sinto perdida, insegura, frágil, confusa, indefesa. Também grito, xingo, fico bêbada, sinto inveja, cometo injustiça, falo mal da moça que tem uma bunda enorme e cheia de furos gigantescos, mas usa fio dental porque se acha linda. E, sim, eu sei que cada um tem o direito de andar como quer e ninguém tem nada a ver com isso. E, sim, também sei que o que importa é o que você acha de você, não o que os outros acham, pensam ou falam. Mas não sou tão evoluída a ponto de não comentar olha-lá-a-buzanfa-gigante-celulitada-e-com-fio-dental. A verdade é que sou gente. Tenho umas qualidades interessantes, legais e bacanas, mas possuo imperfeições absurdas, horrendas e assustadoras. Como todos nós.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

''APRENDENDO A RELAXAR E A CONFIAR''

Simplesmente relaxe e tenha confiança, pois a tendência natural das coisas será fluir naturalmente, sobretudo se ao invés de forçar a barra você exercitar a inteligência e procurar fazer valer os seus bons relacionamentos. O maior de todos os poderes está na arte de se relacionar bem com as pessoas. Cultive isso e você verá que nada lhe faltará. Há circunstâncias em que o esforço não apenas não é necessário, como também não é recomendado. É melhor usar o cérebro do que os punhos. A força criativa fluirá e você terá idéias brilhantes que permitirão que você conquiste aquilo que deseja. Tenha confiança!

Conselho: Aquele que relaxa, tudo obtém.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

TEXTO EM HOMENAGEM AOS BIÓLOGOS!

''Enganam-se aqueles que pensam que os biólogos vivem nas florestas, ou só entendem de animais e plantas. Como estão errados! (Nem imaginam que essa ciência é tão vasta e fascinante). O biólogo é aquele que é capaz de viver e se adaptar a qualquer ambiente, é o ser resiliente modelo, não importa onde esteja sua capacidade de trabalho é tão grande que ele irá se adaptar as necessidades: isso sim é ser biólogo. Ciências biológicas = resiliência. Eles trabalham com seres humanos, descobrem cura de doenças, questionam a vida, lutam pela vida... Por amor e não por dinheiro. O que seria do mundo sem os biólogos? Como os médicos fariam sem ajuda desses profissionais. Como os agrônomos trabalhariam sem as descobertas da biologia (para evitar grandes discussões lembremos de Mendel, o pai da genética). O que faria a policia investigativa, sem os avanços que conquistados por esses profissionais? O que seria da vida sem os seus estudiosos? É parece que os biólogos alicerçaram a humanidade (Dei destaque apenas a saúde, alimentação e segurança, mas tem muito mais viu). Emfim ser biólogo não é apenas escolher um estilo de vida, é escolher a vida como seu estilo. E fazer da vida a sua maior ambição. É estudar a vida das mais variadas formas, de modo que nenhum profissional é capaz de estudar. É compreender o universo e entender o mundo. É dar sentido a coisas que aparentemente são insólitas. É ser completo, e tenho certeza é ser feliz.'' (Everton Fagundes)

via Anatomia da Depressão

TEXTO EM HOMENAGEM AOS NUTRICIONISTAS!

"Há quem diga que ser nutricionista é fácil... Quem atende pacientes em ambulatório não deve achar isso. São constantes lutas com costumes alimentares, fast foods, rotinas diárias. Explicar a importância de fazer todas as refeições para quem muitas vezes não tem o que comer. São "gordinhos" querendo emagrecer, são "magrinhas" querendo engordar. É a luta pela qualidade de vida. Há quem dia que ser Nutricionista é fácil... quem trabalha em banco de leite, no lactário, não deve achar nada disso... É a constante preocupação em evitar a contaminação um pequeno descuido pode expor a vida de indefesos. Há quem diga que ser nutricionista é fácil... quem circula pelos leitos dos hospitais não deve achar nada disso... As vezes me pergunto: como será que um nutricionista consegue preparar uma dieta para um paciente diabético... hipertenso... obeso... sim, porque não pode sal, não pode açúcar, será que água pode? Há quem diga que ser nutricionista é fácil... quem trabalha na produção não deve achar nada disso... São constantes lutas para dar conta de todas as refeições com sabor, aparência e qualidade. Compartilhando angustias com os outros nutricionistas da empresa, quando ocorre falta de funcionário ou atraso de entregas. Nutricionista tem que ser UM POUCO DE TUDO. Psicólogo, professor, enfermeiro, médico, e nem precisa dizer o porquê... tem até que ser matemático para dar conta das calorias. O nutricionista são nossas mães, filhos, irmãs, amigas, uma líder extremamente responsável que luta para defender os seus princípios!" via Anatomia da Depressão

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Não dá mais!

Ando ultimamente pensando em modificar algumas situações e me deslocar de certos ambientes e pessoas, pois simplesmente acho que vai fazer bem para minha saúde. Faz muito tempo que estou guardando certos sentimentos de raiva, desconforto e ansiedade dentro de mim. E confesso: está me fazendo muito mal. Coloco tudo dentro da minha cabeça e isso vai me auto destruindo de uma forma que quando paro para pensar, eu me dou conta que eu não preciso disso, e me pergunto: por que diabos eu ainda suporto? Só DEUS e as pessoas mais íntimas sabem o quanto faz tempo que estou insatisfeita com alguns aspectos da minha vida. Quando penso que tudo vai ficar bem vem uma pessoa e destrói tudo. Pessoas essas que essa coisa chamada DESTINO coloca no meu caminho. Agora pra quê? Para que ter pessoas que só te fazem mal perto? Depois de tudo o que passei, essas pessoas estão lá fazendo praticamente tudo de novo, e claro, eu fingindo que tá tudo OK! Mas não está. Tá tudo uma droga. Sinceramente não está mais dando para mim, preciso mudar, quero mudanças!

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Pensamentos constantes e amedrontadores.

Aqueles pensamentos constantes e amedrontadores que te machucam mais do que tu poderias sequer tentar descrever. É como se meu sonho tivesse várias barreiras e eu fosse meu maior empecilho.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Novo lar

Preguiça. Muita preguiça de gente chata. Se tem uma coisa que não suporto é gente chata, vazia e fedorenta. Desculpa, mas é. Gente com bafo, cheiro ruim, unha suja. Gente sem nada para acrescentar para o mundo. Gente sem nada por dentro. Pior do que isso: gente que tem coisa estragada dentro do peito. Isso dá bicho, apodrece. Vem barata, mosca, camundongo.

Me fechei (...).Todo mundo sabia meus humores, temores, amores. Hoje não. Me fechei. Me abri para as páginas, linhas, me abri para dentro. Me fechei para o resto. Uns perguntam "não te sente só?". Não, eu respondo. Me sinto viva. Me sinto eu. Me sinto acompanhada – de mim e de quem eu deixo entrar na minha nova casa.

Eu me mudei. Me mudei de um jeito de ser. Não quero agradar a todo mundo nem ser a amiga perfeitinha, a filha perfeitinha, a namorada perfeitinha, a escritora perfeitinha, a publicitária perfeitinha, a cidadã perfeitinha. Chega de perfeição, não quero mais chegar lá, entende? Eu quero é ficar em paz comigo, com a vida. Eu quero é acordar de manhã e pensar que-bom-eu-acordei. Quero é dormir de noite sem preocupação rondando a cuca. Eu quero é ficar em lua de mel com meu travesseiro de penas, fechar os olhos e sonhar com lugares bonitos. Eu quero o bonito, não o certo ou aquilo que todo mundo quer.

Tenho lá meus traumas, inseguranças, traços esquisitóides. E me deixa, vai, me deixa. Não me cobra nem pede. Eu dou o que posso, quando e se eu quiser. Essa coisa de me-dá-atenção nunca fez a minha cabeça. Atenção nunca pode ser cobrada, mas se eu vacilar me fale. Consigo assumir meus erros e enxergar os pontos que não ficaram no lugar. Acho essa uma qualidade admirável nas pessoas: saber olhar para si, assumir o que não deu certo e seguir a vida. É tão bom seguir em frente, deixar o rancor enterrado no fundo do quintal. Por que algumas pessoas, depois de tanto tempo, falam mal da gente? Por que não superam? Por que não seguem suas vidas?

Quero meus amigos de verdade sempre perto. Minha família sempre ao lado. Gente boa me rondando. O resto eu não quero. Gente que suga, que só quer, que não sabe ouvir, que tem inveja, que não sabe rir de si mesma. Não quero isso na minha vida. Eu quero claridade, entende? Gente clara, transparente. Que pisa na bola, mas entende, volta atrás, se assume. Gosto de quem se assume – e não tem medo de ser quem é.

Porque hoje, hoje eu sei – e assumo – que não tenho o menor receio de aceitar quem eu sou.

[Clarissa Corrêa]

Coisa Rara...

Meu Deus, como é difícil ter um bom amigo hoje em dia. Alguém que possa oferecer um colo e um afago na hora da tristeza e que consiga sorrir de verdade com a sua alegria. É que nem todo amigo é amigo o suficiente para dar pulos de felicidade com as coisas boas que chegam na sua vida. 

Não é fácil compartilhar o dia a dia, deixar as próprias frustrações e projeções de lado e ser limpo, honesto, puro. É muita coisa em jogo. Tem mágoa, tem inveja, tem os percalços da vida, tem suas desilusões, tem seus planos que mofaram dentro da gaveta. É por isso que digo com certo amargor na boca: nem todo mundo sabe ser amigo. 

Existe aquele tipo de gente que veste a máscara de amigo e só quer saber da sua vida. Quer sugar, ficar por dentro, mas não dá nada. Não compartilha, não divide, não sabe se doar. Não conta nada de si e quando você pergunta só diz que está tudo bem. Tem também o tipo que nunca tem problema, que a vida é sempre boa, sem tropeços e sem nada chato ou ruim. Estranho, não? A vida muitas vezes é bem chata e bem ruim e a gente não tem nada a fazer a não ser esperar. Porque tem coisa que foge do nosso alcance e temos que entender isso também. Nem tudo depende de mim, de você, do nosso esforço, do nosso suor. 

Tem também o tipo que, mesmo sem querer, não consegue ficar feliz por você. O máximo que diz é que legal, que bom, parabéns. Mas aquela felicidade que vem de dentro não dá as caras. Me pergunto: isso é ser amigo? Quantos amigos você tem? Não falo daquele companheiro de bar, aquele que ri das suas piadas, brinda com um copo de cerveja gelada. Quantos amigos você tem? Não falo daquele que é uma pessoa legal e divertida para trocar ideias e fazer fofoca. Quantos amigos você tem? Não falo daquele que sabe cada passo seu e oferece sempre o lenço de papel mais próximo. Quantos amigos você tem? Não falo daquele que está sempre junto nas festas. Quantos amigos você tem? Não falo daquele que sabe da sua vida apenas o que você quer que saiba. 

Quantas pessoas te conhecem de verdade? Pra quem você se abre? De quem você não tem medo? Que pessoa você tem certeza que quer o seu bem? Quem realmente não sente desconforto ao ver sua felicidade? Quem não ficou magoado por bobagem? Quem sabe reconhecer quando erra? Quem nunca te deixou na mão? Quem assume quando pisa na bola e pede desculpa? Com quem você discute, mas depois fica tudo bem? Quem entende o seu jeito? Quem aceita seus defeitos? Quem não fala mal de você para os outros amigos? Quem ajudaria você a pagar sua conta de luz, caso fosse necessário? Quem vibra com seu sucesso profissional? Quem deseja realmente toda felicidade do mundo no seu relacionamento? Quem? Por favor, me diga quantos, quantas. Quem valoriza o que você faz? Quem é grato pelo que você fez? A ingratidão em qualquer relação é coisa muito feia, principalmente em amizade. 

É bom a gente pensar de vez em quando sobre isso. Analisar as relações, as pessoas, rever as amizades. Agora você me responde ah, mas eu ligaria para a Camila às 4 da manhã se estivesse em apuros e tenho certeza que ela sairia de casa e me ajudaria. Eu não estou falando disso. Falo de algo mais profundo, que conecta as pessoas, que une e não separa por nenhuma força. Falo de um sentimento genuíno, de amor, de gratidão, de respeito, de carinho, de amizade. Muita gente fala que fulano é amigo, mas não sabe o significado disso. Ser amigo é chorar o teu choro e rir, com o coração, o teu riso. E isso é coisa rara hoje em dia.

Por Clarissa Corrêa
"Porque nós nos apaixonamos tão fácil? Eu acho que a resposta para essa pergunta está no interior de cada um de nós. Ninguém nunca vai poder explicar o que o amor realmente é, ninguém vai poder explicar como é que duas pessoas simplesmente se apaixonam com um olhar. Está em cada um e não pode ser mudado. As pessoas são tão mentirosas quando falam de si mesmas. Porque é tão difícil só mostrar quem você e não ligar pras críticas? Até porque elas estão por toda parte. Você não pode simplesmente agradar a tudo e todos. Você não pode deixar de ser quem você é só porque alguém disse que você não é isso ou que isso não é certo pra você. Você não pode deixar de fazer o que quiser, amar quem quiser só porque alguém disse que é feio ou errado.

Todos nós somos pássaros nos preparando pra levantar vôo, alguns arrumam um jeito de se livrar da sua gaiola, alguns demoram a sair. E alguns só arrumam um jeito de conviver com todos os fardos da vida. Só que todos nós temos que deixar o ninho um dia, ter liberdade. Nós somos livres pra voar, basta querer e não se importar. Não estamos presos a coleira de ninguém, só a de nós mesmos.

Apenas viva intensamente cada momento, cada beijo, cada pessoa, cada olhar, cada toque, daqueles que te fazem arrepiar por inteiro. Porque pode ser que um dia você só possa contar com si mesmo. E lembrar de todo o tempo perdido deve ser muito doloroso. Por isso ame, se apaixone 1, 2, 3 vezes. Sinta, viva, porque nós temos todo o tempo do mundo, mas o tempo passa rápido, e você não pode simplesmente ficar adiando as coisas. O relógio não vai parar pra esperar você tomar alguma atitude. Quanto mais você fica parado menos tempo você tem. E depois quando você olhar pra trás, e ver tudo que você podia ter feito, podia ter dito, você vai se achar um idiota completo."

[Victória Cecília Ramos]

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014


"Renunciar a algo que amamos muito e que desejamos com toda a força do coração é uma das decisões mais cruéis de se tomar que conheço. Porque a perda equivale a uma morte dupla: morrer para alguém e matar a pessoa na gente. É como se sobrasse por dentro apenas um casarão vazio com um jardim morto. E, de repente, tudo tão subitamente anoitecido sem previsões de dia novo. É um caminhar lento e arrastado numa espera sombria de que as horas passem e o tempo leve essa febre alta sem medicação possível. É preciso que haja tanta paciência e firmeza por dentro pra não entrar em desespero, que a sensação que se tem é de estar meio fora do ar, com tanto esforço. E até chorar fica difícil, teme-se que nunca mais o choro cesse.

Há muitas perdas quando se termina algo que não se queria ter terminado: muda-se a autoimagem, alegrias ficam suspensas, sonhos desaparecem por um tempo e nenhuma cor na paisagem. O cotidiano fica obscurecido por aquela lacuna aberta no meio do que era a parte mais interessante dos dias.

Com o tempo, você analisa que abrir mão de algo muito importante, só se faz quando se tem um motivo maior que esse algo: [...] uma obstinação qualquer que te oriente para essa escolha que já se sabia tão dolorosa. É um sacrifico voluntário por algo mais pleno, mais grandioso em AMOR. "

[Marla de Queiroz]

Vestido da CANTÃO super lindo!!!



sábado, 8 de fevereiro de 2014

Bastaria as pessoas serem mais sinceras, honestas e humildes, que veríamos comportamentos maravilhosamente diversificados, personalidades espontaneamente interessantes, equívocos rapidamente resolvidos, decisões amplamente mais libertas, preconceitos instantaneamente eliminados e atitudes surpreendentemente menos egoístas. — Friedrich Nietzsche

''Fácil. Até demais. Qualquer idiota consegue, talvez seja menos complicado cuspir isso sem realmente sentir. Os mentirosos são os mais fortes, têm mais estômago pra esse tipo de composição gramatica e sentimental. Eu não, hesito, sinto medo e quando estou a ponto de bala de dizer a coisa, meu queixo treme e chego a passar mal. Mas amo, é o que importa. Amo demais. Sem discursos, sem frase de efeito, sem irresponsabilidades. Eu sei porque se não fosse tão forte eu não ficaria sem palavras.''
(Gabito Nunes)

Fui para o meu quarto, fechei a porta e coloquei minha cabeça no travesseiro. Deixei que o silêncio colocasse as coisas no seu devido lugar. (As Vantagens de Ser Invisível)



O amor e sua diferenças...


E se me perguntassem, agora, o que eu mais queria nesta vida eu diria que você: você completo, você inteiro, você com um sorriso no rosto, você despido de armaduras, você livre e correndo pra mim e pra você. Teus olhos brilhando e você dizendo do amor que sempre ocultamos por causa do mundo. E se me perguntassem por que meu coração dói, eu responderia que ele dói porque falta algum pedaço que ficou com você - ou com a sua ausência em dias como estes. (Floresinexatas)

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014


A distorção de valores chegou a tal ponto que pessoas discretas são consideradas arrogantes, os modestos são vistos como dissimulados e os que não se rendem a modismos são tachados de esnobes. Ser autêntico virou ofensa pessoal. Ou a criatura faz parte do rebanho, ou é um metido a besta. (Martha Medeiros)