Queridos visitantes

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Palavras Ao Vento - Cássia Eller.


Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será

Palavras apenas, palavras pequenas, palavras

Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será

Palavras apenas, palavras pequenas
Palavras, momento
Palavras, palavras, palavras, palavras
Palavras ao vento.

Composição: Marisa Monte / Moraes Moreira
Álbum: Com Você... Meu Mundo Ficaria Completo
Data de lançamento: 1999

sexta-feira, 24 de julho de 2015

24, julho, 2015 [AINDA BEM QUE TUDO PASSA, NÉ? E se não passa, ameniza].

Sabe quando você rema, rema e quando finalmente chega na areia, já estar cansada? No seu objetivo já não há mais sentido? Aquela busca já não é tão importante assim? Esperar demais cansa. Mas ao mesmo tempo ainda existe um sentimento guardado ali dentro de você. A lembrança já não é tão prazerosa como antes. O bem querer permanece, pois a pessoa nunca fez algo que te deixasse magoada. Não me conformo que não existe um programa de verdade de apagar uma pessoa da sua vida. Eu só tô aqui quietinha pensando que: AINDA BEM QUE TUDO PASSA, NÉ? E se não passa, ameniza.

terça-feira, 21 de julho de 2015

21, julho, 2015.

Para esquecer é preciso lembrar. As lembranças não param de te fazer sofrer enquanto você não as esquece. Mas na verdade, é preciso digerir as lembranças, aceitá-las. Pois se isso acontece, tu podes vê o cara casando que isso não vai te machucar. Esse é um esquecimento real. Lógico que demanda um tempo e muito esforço. Muito esforço.

segunda-feira, 20 de julho de 2015


Bee Gees - How Deep Is Your Love (Como é profundo o seu amor).


Conheço seus olhos ao sol da manhã
Eu sinto você me tocar na chuva
E no instante em que você se afasta de mim
Quero tê-la novamente em meus braços
E você vem até mim numa brisa de verão
Mantém-me no calor de seu amor depois, sai suavemente
E é a mim que você precisa mostrar
Como é profundo o seu amor

Como é profundo o seu amor, como é profundo o seu amor
Eu realmente preciso descobrir
Pois vivemos num mundo de tolos que nos destroem
Quando todos deveriam nos deixar em paz
Nós pertencemos um ao outro

Acredito em você
Você conhece a porta da minha alma
Você é a luz na minha mais profunda e escura noite
Você é a minha salvadora quando eu caio
E você pode não pensar que me importo com você
Quando sabe, no fundo, que realmente me importo
E é a mim que você precisa mostrar
Como é profundo o seu amor

Como é profundo o seu amor, como é profundo o seu amor
Eu realmente preciso descobrir
Pois vivemos num mundo de tolos que nos destroem
Quando todos deveriam nos deixar em paz
Nós pertencemos um ao outro.

Compositor: Barry Gibb / Robin Gibb / Maurice Gibb

Filme: Os Embalos de Sábado à Noite
Data de lançamento: 1977

domingo, 19 de julho de 2015

19, julho, 2015.

Olá,

Não costumo falar sobre minha vida particular por aqui, a ponto de escrever minhas manias, coisas que gosto de fazer, o que gosto de ouvir, etc. Vou geralmente para o lado da poesia, de textos que abordam acontecimentos cotidianos, que podem ou não está ocorrendo na minha vida. Visitei outros blogs esses dias, e percebi que também devo dá um pouco de ênfase a minha vida particular e fugir um pouco dessa questão mais ''sentimental'' que abordo aqui. Pois bem, nas próximas postagens vocês que acompanham esse meu cantinho, vão ficar um pouco por dentro do que aconteceu e anda acontecendo, do que ando pensando, ouvindo, assistindo na TV, mas de uma forma equilibrada, já que sou reservada sobre minha vida. Não sou de mim abrir para qualquer pessoa, por questões do passado que me fizeram pagar um preço alto. Tanto que meu blog é restrito para pessoas conhecidas, a ponto de que não divulgo o mesmo nas minhas outras redes sociais. Muita gente nem sabe da existência do mesmo. Estou tentando trabalhar esse meu lado para ter confiança para divulgá-lo, mas é muito pessoal, porque escrevo coisas da minha vida que realmente andam acontecendo. Espero que me compreendam, pois pode parecer frescura para alguns, pois geralmente blog's são públicos e divulgados entre desconhecidos e conhecidos. Mas cada ser humano é um mundo... Cada um com seu jeito de ser né?


Beijo e boa noite :)

quinta-feira, 16 de julho de 2015

"Sobre cada dia ela se equilibrava nas pontas dos pés, sobre cada frágil dia que de um instante para o outro poderia se partir e cair em escuridão. Mas ela milagrosamente o atravessava e exausta de alegria e cansaço chegava a dormir para o dia seguinte surpreendida recomeçar."


Clarice Lispector 

"Se me condena este meu jeito de ser, esta minha mania de transgredir e ir além, entrego-me! Sou ré confessa quando se trata de assumir que ultrapasso limites e me divirto com isso. Na verdade, o que não sabem de mim, é pior do que o maior delito que me acusam!" (Mell Glitter)

quarta-feira, 15 de julho de 2015

"Amar é andar de mãos dadas por esse labirinto estranho e mágico que é a vida. É não perder o outro de vista, mas deixá-lo respirar quando preciso for. É enfrentar o medo do abismo, da verdade, da dúvida, da certeza. É abraçar apertado para curar as dores, tristezas, insucessos. É dar um sorriso bobo e inocente no meio do dia, simplesmente por saber que o outro existe." Clarissa Corrêa

15, julho 2015.

Uma das coisas que fazem a vida vale a pena, é o fato de você ter ao seu lado, pessoas que torcem pelo seu sucesso e estão lá para te impulsionar no alcance das suas metas. Que te falam ''vai dar tudo certo''. A cada dia que passa, nos meus 20 e poucos anos de vida, chego a conclusão que aquilo que tem de ser, será. O tempo não toma de você, e se tomar, ele dá um jeito de te devolver. Tem gente que eu agradeço tanto por estar na minha vida que nem sei o que dizer. Se anjos existem, são essas pessoas. Agradeço a Deus por tudo o que tem dado certo até agora, e que lá pra frente não seja diferente. AMÉM!

quarta-feira, 8 de julho de 2015

08, Julho, 2015.

Finalmente tive tempo para vim aqui e escrever algo sobre o meu estado psicológico atual. Não está sendo fácil. Estou passando por situações bem difíceis de lidar, e estou perdendo o pouco que resta da minha fé na vida e em mim mesma. Minha saúde mental está indo por ralo abaixo... Os últimos dois anos foram uma jornada realmente complicada para mim, as pessoas criticaram e continuam julgando todos os meus movimentos e comprando uma percepção falsa sobre quem eu realmente sou como ser humano. Por trás de cada decisão que fiz na minha vida, sempre parece haver uma contradição óbvia. Estou tentando aceitar isto e não absorver nenhuma palavra maldosa dita sobre mim. Os últimos dois anos foram muito retrospectivos para mim, e agora que eu tive tempo de ser "eu", consegui me sentar e pensar onde eu quero ir e ser uma pessoa livre para fazer o que eu sempre quis fazer, com absolutamente nenhuma limitação. Estou agora mais madura e acho que finalmente vou ser "livre". Eu estou trabalhando duro para sair desse ambiente tóxico que vivo há anos. Eu quero superar e voltar mais forte do fundo do poço que vivo há anos, pois algumas vezes vivi no mesmo, sabendo que me fazia mal, mas sempre me deixava em segundo plano, pois achava mais cômodo me enganar e pagar as consequências para manter uma boa convivência. Se vocês estivessem na mesma situação que estou, também estariam infelizes e descrentes de um futuro promissor. Muitas inseguranças de quando eu era pequena, ressurgiram mais fortes agora. É como se eu nunca tivesse sido suficientemente boa e feliz. Sei que muitas pessoas pensam que estou querendo ser a vítima ou sendo mal agradecida, mas não estou, e eu odeio isso. Queria que soubessem que eu não sou perfeita, tenho inúmeras falhas, e quero apenas o que todo mundo quer: ser feliz!

Por: Vanessa V. de Lima Ramos

sábado, 4 de julho de 2015

''Volte a se amar um pouco mais. Cuide de você. Cuide do seu coração. Não permita que os outros façam dele um território qualquer, baldio. Não. O seu coração é sagrado demais pra ser banalizado pelo o outro. Esse é o primeiro grande milagre que Deus pode realizar na vida daquele que está em cima de uma árvore, sem coragem de descer e enfrentar a vida.''

"Um abraço não começa pelo toque, e sim, pelo olhar."

''(...) Ás vezes a gente acha que são braços que abraçam. Você acha que você pode dá um abraço no outro é com seus braços. Não é não. O abraço dado com os braços pode ser mentiroso. A gente não abraça de verdade com os braços. A gente abraça primeiro com o olhar. Quando o outro olha pra você, você sabe se é bem-vindo ou não. Não adianta o outro dizer: ''Seja bem-vindo! Que bom que cê veio''. Eu não acredito. É preciso que o olhar esteja feliz na sua chegada. Foi o que Jesus fez. Jesus não tinha possibilidade de dizer absolutamente nada a Zaqueu naquele momento, porque a distância impedia. Mas mesmo de longe você sabe que tem alguém olhando pra você. Não é assim que funciona? Você sabe direitinho que tem um monte de gente ao seu redor e eu olhei pra você e você sabe que eu estou falando com você. Não existe distância para quem olha. Não existe equívoco no olhar. Eu canso de dizer isso. Você pode muitas vezes me dizer: eu não entendi uma palavra do que você me disse!''. Sabe por que? Porque eu posso falar difícil, eu posso falar enrolado, eu posso tentar te enganar, com tudo aquilo que eu digo, monto frases desconexas, e ao final eu não te digo nada. Te digo um monte de coisas e não te disse nada. Você pode até me dizer: ''Eu não entendi uma palavra que você me disse!''. Mas jamais vai poder dizer ''Eu não entendi a maneira como você me olhava''. Isso você não pode me dizer. Porque no olhar não existe mentira. Ou eu te recebo ou eu te expulso. Ou eu te abraço ou eu te rejeito. O olhar sabe tudo. Você na sua vida experimenta isso. O amor mais especial que você experimentou na vida não foi através de uma confissão, foi através de um olhar. É a mãe que olha pra gente e nos desmonta quando a gente chega em casa, já tentou mentir pra sua mãe? Tá certo, desde que você não esteja olhando na cara dela. Você finge que tá amarrando o sapato, porque se fixar os olhos, a mãe sabe que você tá mentindo. A mãe escuta o que a gente não diz. A mãe mesmo sem ter feito Psicologia, é a melhor psicologa que a gente pode encontrar na vida. Eu cheguei a conclusão de que o bom terapeuta não é aquele que escuta o que a gente diz. Muitas vezes a gente diz muita mentira. Pra se justificar, pra parecer o bonzão. O bom terapeuta é aquele que escuta o que a gente não tem coragem de contar. E o verdadeiro amor ele só acontece com pessoas que não tem coragem de contar com as palavras mas conta com os olhos.'' (Padre Fábio de Melo)