Queridos visitantes

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Dica pra vida...

Não faça nada para impressionar ninguém, porque isto, além de te tornar um chato (a), te faz ser um desistente da sua própria vida. Esta loucura que muitos se submetem por ai, a ter que trocar sua personalidade por um minuto de atenção, ou por uma aceitação medíocre de alguém, não faz nada bem para o coração, não traduz a alma por inteiro e não traz paz também. [...] Não sou muito chegada a quem força o riso, nem tão receptiva com gente que vive de excessos, gosto de pessoas normais, educadas, simples, que levam a sério uma boa amizade, e que gostam de expor suas ideias sem querer ser superior a ninguém. A vida da gente já é uma estrada cansativa as vezes, não que eu esteja reclamando, mas é que as obrigações diárias que temos, já nos cobram muito, e termos que suportar gente perfeita demais faz com que os nossos dias se tornem um tédio. Seja você sempre, porque ser gente de verdade, é ser gente que sente, e que nem pra si mesmo, mente.

Cecilia Sfalsin

segunda-feira, 4 de julho de 2016

"Momentos não definem uma essência. Ninguém é sem caráter porque bebeu demais em uma festa. Ninguém é bobo ou vulnerável  pois hasteou sentimentos em bandeira branca. Ninguém deixa de ser a mesma pessoa por mudar de opinião. Ninguém é qualquer estereotipo que qualquer idiota define momentaneamente. Se apaixone por pessoas e momentos, calce o bom senso, vista a sua consciência e viva. A consciência é isso. Um equilibro entre você e o mundo. Entre o sentimento verdadeiro e o desnível. Entre o você e o novo você. Não tenha receio de ser essa miscigenação de erros e acertos sem fórmulas. Então se eu pudesse lhe dizer uma coisa, seria: sacie a sua consciência, não as expectativas alheias." (Frederico Elboni)