Queridos visitantes

domingo, 22 de outubro de 2017

Não me subestime!

Não me subestime!
Minha quietude e silêncio não são demonstrações de desatenção. Ao contrário disso, aprendi que no silêncio de meus lábios há um estado de atenção que somente os quietos compreendem! Não estou desprotegida. Em minha solitude há um escudo dourado que me cuida das flechas invisíveis que me chegam! Há anjos em minha volta! Estou atenta às lições do caminho. Mesmo que demoradamente, elas me são absorvidas e compreendidas! Não me provoque. Minha mansidão, não é descuido, é confiança! Posso não te desejar o mal, mas devolvo todos os presentes que não me servem. Sou calada, não cega! Sou mansa, não boba! Sou pacífica, mas tenho minhas defesas! Não me julgue. Venha, calce meus sapatos e caminhe com eles por 3 luas seguidas, assim saberá de mim mais do que imagina e não mais me julgará, pois conhecerá meu sentir e saberá do meu coração. Falar de mim, diz mais sobre você do que sobre minha pessoa. Abrigue-se em minha casa e conhecerá o acolhimento da minha alma. Aqueça-se no sagrado fogo que queima em meu lar, e saberá do amor que trago no coração. Conheça a menina que habita em mim, e sentirá a alegria do meu ser. Respeite a anciã que me nutre, e certamente aprenderá sobre os mistérios que conheço! Perceba a mulher que pulsa, e poderás sentar à mesa comigo! (Rose Kareemi Ponce)

Nenhum comentário:

Postar um comentário